Posts com a tag "Refrigeração"

Controlador de Temperatura AutomaSet T102

12/01/2022 - Aquecimento, Charcutaria e Homebrewing, Refrigeração
Utilizado em aplicações de aquecimento ou refrigeração, o controlador de temperatura Automaset T102 é uma ótima opção para quem procura desempenho e facilidade. Sendo um produto simples e versátil, destacamos seu uso em: aquecedores, refrigeradores, aquecedores de pisos, sistemas de ar condicionado, estufas e suas variações, expositores de bebidas e sorvetes, balcões frigoríficos e congelados. Nessa publicação você irá ver sobre: O AutomaSet T102;Alimentação do produto;Saída relé;Fixação;Utilização. O que tem no AutomaSet T102? O controlador com ação simples On/Off, com base na temperatura escolhida pelo usuário, o T102 controla a temperatura ligando e desligando a saída relé. Este produto na função de refrigeração também conta com degelo natural, que funciona a partir do desligamento do compressor. Nesse sentido, o usuário pode programar e escolher o intervalo ente os degelos ficando entre 1 a 999 horas. Além disso, possui a opção de duração entre 1 a 999 minutos ou então de desligar o degelo com o parâmetro em OFF. Tendo também pontos que facilitam o uso: Alimentação: A alimentação do produto é simples e rápida de realizar. A conexão é feita nos bornes 11 e 12 do controlador, a tensão de entrada do produto é bivolt de 85V a 265V. A vantagem disso é que independente da região do país onde vai ser instalado se é 110V ou 220V, a conexão é a mesma. Com isso evitando erros de instalação. Saída Relé A conexão dos aparelhos que irão ser controlados pelo AutomaSet deverão estar conectados aos bornes 9 e 10 do controlador. A saída suporta a corrente máxima de 15A. Além disso, a conexão nos bornes não necessita a utilização de jumps para a alimentação, porque a conexão já é feita na próprio circuito interno do produto. Fixação: A fixação do controlador é de sobrepor, em uma caixa elétrica 4x2 o produto é parafusado. Assim eliminando problemas, pois não necessita fazer corte para fixar o controlador, sem se preocupar com a passagem de cabos. Utilização facilitada: Além disso o produto tem uma tabela de parâmetros completa e com configurações simples. As informações no display estão bem expostas. Por exemplo, no funcionamento normal do controlador é exibida a temperatura em graus Celsius, bem como a função do relé se esta ligado, desligado ou então no modo automático. Se interessou com o nosso controlador versátil AutomaSet T102? Se sim, entre em contato conosco para fazermos um orçamento. Ou então, em caso de dúvidas de aplicação, entre em contato com nossa equipe de suporte técnico.

Controlador de temperatura e umidade A103 PID U da Ageon

05/01/2022 - Aquecimento, Charcutaria e Homebrewing, Chocadeiras, Refrigeração
A mais recente linha controladores de temperatura Ageon, a Linha Black ganha um novo produto no seu catálogo, o controlador A103 PID U. Esse controlador é um produto voltado para  o uso em aplicações onde seja necessário o controle de temperatura e umidade, destacando entre eles o ramo da charcutaria, chocadeiras, estufas, refrigeração, secagem de grãos e saunas. Mas o que tem no Controlador de temperatura e umidade? O controlador A103 PID U conta com um sensor de temperatura e umidade comandando assim 3 saídas. Uma destas saídas é a saída TRIAC para aquecimento, onde é utilizado o controle PID (Proporcional, integral e derivativo). As outras duas saídas relé, uma sendo a saída de umidade e outra sendo um relé auxiliar. O A103 PID U conta com a função de auto-tuning onde o algoritmo vai calcular automaticamente os melhores valores para o controle PID na utilização da saída TRIAC, com isso reduzindo a variação de temperatura. Na Saída do relé de umidade pode ser definida a utilização para umidificação como para desumidificação e na outra saída pode ser configurado como: refrigeração, aquecimento auxiliar ou timer cíclico. Todas as facilidades e comodidades da linha Black Além das características únicas do controlador A103 PID U ele também tem características de todos os outros produtos da Linha Black da Ageon que facilitam o uso e tornam a utilização mais tranquila. Design dos controladores A linha conta com um painel com acabamento sofisticado com um visor de acrílico na frente de um painel emborrachado. O grau de proteção IP65 (protege contra poeira e jatos de água), conta também com 6 teclas para programação e navegação entre os parâmetros. Fixação A fixação dos controladores dessa linha pode ser feita com a utilização das presilhas convencionais para esse tipo de produto. Além disso, também possui a opção de fixar os controladores sem ter acesso a parte traseira do aparelho. Para isso basta usar a furação destinada a fixação com parafusos que fica posicionado na parte interna do visor acrílico. Programação e conexão A Linha Black conta com a opção de utilizar a FastKey, uma chave de programação que possibilita configurar os parâmetros de muitos controladores em um tempo reduzido, assim reduzindo custos. Com isso pode copiar a configuração de um controlador e replicar essa mesma receita para outros controladores. A FastKey tem a possibilidade de gravar até 9 receitas. A conexão remota também está disponível para a ser utilizada com o ArcSys para monitoramento online, através do conector USB na lateral do aparelho e utilizando o adaptador RS-485.Deseja saber mais sobre os controladores de temperatura e umidade A103 PID U? Entre em contato com nossa equipe e conheça outras vantagens deste modelo.

Teste grátis ArcSys: Sistema de monitoramento de temperatura online

03/03/2021 - Aquecimento Solar, Charcutaria e Homebrewing, Refrigeração
Você sabe o que é um sistema de monitoramento de temperatura online? Neste post vamos falar sobre como esses sistemas dão tranquilidade e reduzem o tempo e o custo de suporte dos técnicos, instaladores e também para proprietários de estabelecimentos. No final do post, faça o teste do ArcSys e descubra como resolver os problemas de monitoramento de temperatura. O que é o monitoramento de temperatura online?Sistemas de monitoramento de temperatura: Tradicional vs. OnlineComo testar o Sistema de Monitoramento de Temperatura Online ArcSys? O que é o monitoramento de temperatura online? Sistemas de monitoramento de temperatura estão no mercado há alguns anos. De modo geral, esses sistemas permitem a supervisão online de controladores de temperatura, ou seja, é possível visualizar a temperatura dos seus equipamentos utilizando um dispositivo conectado à internet. No entanto, muitos sistemas como estes possuem uma instalação complexa e exigem conhecimentos avançados em informática. Recentemente surgiram no mercado os sistemas de monitoramento de temperatura online. É o caso do ArcSys Cloud, por exemplo. Utilizar um sistema online ou também chamado sistema na nuvem é muito mais prático e seguro do que os sistemas tradicionais. Mas o que é um sistema na nuvem? O conceito de “nuvem” está diretamente ligado à internet das coisas (IoT). Um serviço na nuvem não precisa da instalação de aplicativos e nem mesmo de armazenamento de dados. Isso ocorre porque são utilizados servidores remotos, localizados em centros de processamento de dados. Por isso seu acesso é muito mais fácil e rápido, além de agilizar o trabalho dos técnicos durante a instalação. Sistemas de monitoramento de temperatura: Tradicional vs. nuvem De modo geral as plataformas na nuvem possuem diversas vantagens em relação às plataformas tradicionais. Nos itens abaixo você verá a comparação do ArcSys Cloud com sistemas de monitoramento tradicionais encontrados no mercado. Sobre a estrutura Os sistemas de monitoramento de temperatura disponíveis no mercado geralmente exigem uma estrutura para funcionar. Em muitos casos é necessário um computador ligado 24 horas por dia e também a instalação de um programa específico. Sempre que um usuário deseja monitorar a temperatura do equipamento, na verdade ele estará acessando as informações salvas neste computador. Isso significa maior custo de instalação e consumo de energia mais elevado devido à exigência do computador. Enquanto isso, um sistema como o ArcSys Cloud funciona em servidores na nuvem, ou seja, não é preciso instalar nenhum programa e nem mesmo um computador dedicado. Para acessar as informações, basta um celular conectado à internet. O ArcSys Cloud é acessado diretamente do navegador (como o Google Chrome, Firefox, Safari, entre outros) através do endereço https://arcsys.cloud. Isso significa menor custo inicial e mais economia ao longo do tempo. Segurança das informações As informações salvas por um sistema de monitoramento devem ficar armazenadas em algum local. Nos sistemas tradicionais esse local costuma ser o computador citado no item acima, enquanto nos sistemas na nuvem as informações ficam salvas online e possuem backup de segurança. Na prática, isso significa que nos sistemas tradicionais as informações estão suscetíveis a roubos, incêndios e outros riscos. Qualquer um destes incidentes resultaria na perda total de todos os dados registrados. Já em um sistema na nuvem, como o ArcSys Cloud, a informação está armazenada em um grande servidor. Mesmo que um incidente ocorra e o servidor seja destruído, as informações possuem cópia de segurança que tornam praticamente impossível a perda dos dados. Quantidade de pontos de monitoramento A maior parte dos sistemas de monitoramento tradicionais permite um número limitado de pontos de monitoramento. Isso ocorre por diversos motivos, mas principalmente por limitações técnicas dos equipamentos. Já os sistemas de monitoramento na nuvem possuem sistemas mais robustos, pois estão baseados em servidores poderosos. Isso permite um maior número de pontos de monitoramento em uma mesma tela. O ArcSys Cloud, por exemplo, pode exibir um número virtualmente ilimitado de pontos de monitoramento em uma mesma tela. Isso é muito útil para técnicos e instaladores que oferecem o serviço de monitoramento para os seus clientes e também para empresas que possuem várias filiais. Configuração de alarmes Ambos os sistemas de monitoramento, tanto os tradicionais quanto os na nuvem, permitem a configuração de alarmes por e-mail. No entanto, os sistemas tradicionais costumam alertar os usuários apenas caso a temperatura dos equipamentos saia de uma faixa programada. Já os sistemas na nuvem possuem outras formas de alertar os usuários de que algo de errado ocorreu. Além dos alertas de temperatura, o ArcSys Cloud informa os contatos cadastrados sempre que houver uma queda na energia elétrica ou problemas na internet. Entre outros benefícios, isso pode evitar grandes prejuízos com perda de mercadorias. Como testar o Sistema de Monitoramento de Temperatura Online ArcSys? Veja abaixo como é simples testar o ArcSys e resolver seus problemas de monitoramento de temperatura. Insira seus dados Em primeiro lugar precisamos das suas informações para gerar seu login e senha. O ArcSys é um sistema seguro, por isso só é possível acessá-lo inserindo informações de login e senha corretos. Acesse o link enviado por e-mail Ao inserir seus dados, você receberá um e-mail com as informações de acesso do ArcSys. Click no link e utilize o login e senha enviados para iniciar o teste. Pronto! Você está utilizando o ArcSys Agora você possui 24 horas para visualizar todas as funções do ArcSys. Veja 32 controladores de temperatura em uma mesma tela, ajuste parâmetros, gere relatórios e muito mais. Tudo é fácil, prático e simples. Faça seu teste grátis: Nome: Telefone: E-mail: Empresa: Testar agora! // ENVIO $('#formSimuladorArcSys').submit(function(){ var nome = $('#formArticleNome').val(); var telefone = $('#formArticlePhone').val(); var email = $('#formArticleEmail').val(); var empresa = $('#formArticleEmpresa').val(); var param = { nome: nome, telefone: telefone, email: email, empresa: empresa }; enviaContato(param); return false; }); function enviaContato(param){ var url = "http://simulador.arcsys.com.br/cgi/teste-gratis/simulador-arcsys.php"; setTimeout(function(){ alert('Enviamos os dados de acesso para o e-mail informada.\nClique no link enviado para acessar o ArcSys.'); },500); $.get(url, param, function(data,status){ var result = new Function(data); gtag('event', 'Interação Blog', {'event_category':'Simulador ArcSys', 'event_label':'Post - Simulador ArcSys'}); return(result()); }); } Desejo mais informações sobre essa tecnologia. E agora? Se você acha que um sistema de monitoramento de temperatura na nuvem pode ser útil para você, a Ageon pode ajudar. Se você é um técnico ou instalador, oferecer um serviço de monitoramento para os seus clientes pode ser um diferencial no mercado. Se você possui um estabelecimento e precisa de monitoramento da sua mercadoria, um sistema na nuvem pode ser a solução ideal para você. A Ageon possui o ArcSys Cloud que foi feito especialmente para estes casos. Com ele é possível monitorar os equipamentos em tempo real, gerar relatórios e configurar alarmes. Tudo isso com alguns toques na tela do seu celular. Que tal saber mais sobre esta tecnologia? Acesse a página ArcSys Cloud e fique por dentro.

FanSpeed: Controle de velocidade dos ventiladores pela pressão do fluído

09/12/2020 - Refrigeração
Você já precisou controlar a velocidade dos ventiladores do condensador em um sistema de refrigeração? Em muitos casos são ventiladores monofásicos e o controle deve ser feito de acordo com a pressão do fluido refrigerante. Parece complicado? Por isso criamos este post para esclarecer este assunto e demonstrar como é possível controlar a velocidade dos ventiladores utilizando o FanSpeed. Por que controlar a velocidade dos ventiladores? Primeiramente precisamos relembrar a relação entre pressão e temperatura. Quando falamos de sistemas de refrigeração, geralmente nos referimos a um sistema que possui compressão e expansão de um fluido para a troca de calor com o ambiente interno e externo, respectivamente. Em outras palavras, a pressão do fluido refrigerante aliado com a troca de calor com o ambiente impacta diretamente na eficiência do sistema. Acontece que, dependendo da temperatura externa, o sistema de refrigeração pode necessitar de mais ou menos troca de calor para atingir o mesmo resultado. Em dias mais quentes, por exemplo, a troca de calor deve ser mais intensa e os ventiladores devem atuar em velocidades maiores para que a pressão do fluido não se eleve demais. Em dia mais frios, no entanto, a troca de calor pode ser reduzida e os ventiladores devem atuar em velocidades menores para que a pressão do fluido não fique abaixo do ideal. Quando os ventiladores não atuam corretamente, em dias quentes a refrigeração pode ser insuficiente, enquanto em dias frios há risco de congelamento do evaporador. Para evitar ambas as situações existem equipamentos que controlam a velocidade dos ventiladores de acordo com a pressão do fluido refrigerante. Como existe a relação entre pressão e temperatura, é possível determinar a velocidade ideal dos ventiladores para que o fluido se mantenha a uma pressão estável. Isso faz com que o sistema de refrigeração atue de forma mais eficiente e ao mesmo tempo auxilia na prevenção contra o congelamento do evaporador. Controlador de condensação FanSpeed A Ageon desenvolveu uma solução especialmente para controle da velocidade de ventiladores monofásicos com base em um valor de pressão. Trata-se do FanSpeed, um controlador de condensação indicado principalmente para sistemas de refrigeração e centrais de ar condicionado. O FanSpeed identifica a pressão do fluido refrigerante através de um transdutor de pressão e varia a velocidade dos ventiladores utilizando um controle PD. Dessa forma, o FanSpeed atua para manter a pressão do fluido em um valor estável de acordo com o setpoint configurado, aumentando a eficiência do sistema e evitando o congelamento do evaporador. O controlador de condensação FanSpeed possui entrada analógica para sensor ou transdutor de diferentes níveis de sinais (4 a 20) mA, (1 a 5) V, (0 a 10) V ou (0,5 a 4,5) V, mas também é possível adquirir o conjunto completo (FanSpeed e transdutor). Permite acionar motores monofásicos de até 8 A, com tensão máxima de saída equivalente a 97% da tensão da rede. Além disso, possui manômetro digital incorporado, dispensando o uso de manômetros externos. Deseja saber mais sobre os controladores de condensação FanSpeed? Entre em contato conosco.

Monitoramento de temperatura de vacinas com o ArcSys

25/11/2020 - Refrigeração
As preocupações com a cadeia de distribuição de vacinas vêm aumentando com a proximidade de liberação de uma vacina contra a COVID-19. Cada tipo de vacina deve ser transportado e armazenado em temperaturas distintas de acordo com as recomendações do fabricante. Para garantir que estes materiais permaneceram sempre em condições ideais, os sistemas de monitoramento de temperatura estão cada vez mais presentes neste mercado. Por que monitorar a temperatura de câmaras de vacinas? Existem pelo menos duas boas razões para monitorar a temperatura de câmaras de vacinas: segurança e economia. Em primeiro lugar, os sistemas de monitoramento de temperatura geralmente permitem identificar se os materiais foram armazenados na temperatura ideal. Da mesma forma, também é possível verificar por quanto tempo as vacinas ficaram fora das condições ideais, caso isso ocorra. Isso tudo garante que somente as vacinas armazenadas em condições de temperatura adequadas sejam utilizadas, ou seja, garante mais segurança aos pacientes. Em segundo lugar, um sistema de monitoramento de temperatura gera economia evitando a perda de mercadoria. Os alarmes de um sistema de monitoramento permitem identificar falhas no sistema de refrigeração, alertando os usuários de que as vacinas estão fora da faixa de temperatura ideal. Isso permite realizar ações para que as vacinas permaneçam o menor tempo possível fora das condições ideais. Quando ocorre uma falha e não há um sistema de monitoramento de temperatura, a probabilidade de perder todas as vacinas da câmara é bastante alta e o prejuízo é quase certo. Monitoramento de temperatura com o ArcSys para Câmaras de Vacinas No último domingo (22/11/2020), o programa Fantástico veiculou uma matéria citando os desafios de transportar e armazenar as vacinas contra COVID-19. A matéria exibe diversas etapas deste processo, e em um dos momentos é é possível visualizar o controlador de temperatura K102 Web. O controlador K102 Web aliado ao sistema de monitoramento ArcSys permite supervisionar a temperatura de câmaras de vacinas em tempo real. Com esses equipamentos é possível gerar gráficos e relatórios, alterar parâmetros e configurar alarmes em caso de falhas. Conheça essas e outras vantagens do ArcSys entrando em contato conosco.

Qual o melhor controlador de temperatura para refrigeração?

27/08/2020 - Refrigeração
Se você trabalha com refrigeração provavelmente já ficou em dúvida entre tantos modelos de controlador de temperatura disponíveis no mercado. São diversos aparelhos disponíveis, cada um com suas especificações e particularidades. Neste post vamos falar sobre como escolher o melhor controlador de temperatura para refrigeração. Tipos controladores de temperatura para refrigeração Em primeiro lugar é importante definir quais são os tipos de controladores utilizados para refrigeração. Refrigeração por si só é um termo bastante abrangente. Dentro do leque da refrigeração estão aplicações desde expositores de bebidas até câmaras frigoríficas, por exemplo. É justamente por isso que existem tantos modelos diferentes de controladores de temperatura para refrigeração. Neste post vamos dividir refrigeração nos seguintes grupos: Controladores de temperatura para resfriados (degelo natural)Controladores de temperatura para congelados (degelo elétrico ou gás)Controladores de temperatura para expositores de bebidas (geladeiras cervejeiras)Quadros de comando para câmaras frigoríficas Controladores de temperatura para resfriados (degelo natural) O termo "controlador para resfriados" é bastante comum no mercado da refrigeração. Geralmente ele se refere a aplicações cujo setpoint é pelo menos 2 °C a 5°C, ou seja, em que não há o congelamento. Por isso os sistemas de refrigeração destas aplicações utilizam degelo natural. Como o sistema de degelo dessas aplicações é natural, os controladores de temperatura para resfriados precisam de apenas uma saída para refrigeração. No entanto o controlador deve possuir duas funções principais. A primeira delas é justamente gerenciar o acionamento do compressor, por exemplo, para manter o equilíbrio térmico. A segunda função é gerenciar os períodos em que o compressor deve ficar desligado independente da temperatura para a realização do degelo. O modelo Linha Black A102 é um exemplo de controlador de temperatura para resfriados com saída para refrigeração e degelo natural. Além disso, o modelo A102 ainda possui a função Modo Econômico para a redução no consumo de energia. Controladores de temperatura para congelados (degelo elétrico ou gás) Diferente dos modelos citados acima, os controladores de temperatura para congelados são utilizados em aplicações com setpoint muito próximo ou abaixo de 0 °C, como balcões e ilhas de congelados, por exemplo. Nessas aplicações o degelo natural é insuficiente e por isso é necessário um sistema de degelo forçado, que pode ser elétrico ou por gás quente na maioria dos casos. Os controladores de temperatura para congelados precisam, portanto, fazer mais do que simplesmente acionar o compressor para manter a temperatura. O ciclo de funcionamento de um controlador para congelados é um pouco mais complexo. Como eles também são responsáveis pelo degelo, os controladores para congelados precisam de outras saídas. Além da saída para refrigeração, esses controladores também possuem uma saída para acionar o degelo forçado e outra saída para acionamento dos ventiladores. O controlador de temperatura Linha Black A106 é um modelo bastante indicado para balcões e ilhas de congelados, por exemplo. Até mesmo câmaras frigoríficas utilizam este modelo. Da mesma forma que o controlador A102, o modelo A106 também possuem a função Modo Econômico para economia de energia elétrica. Controladores de temperatura para expositores de bebidas (geladeiras cervejeiras) No ramo da refrigeração também é comum ouvirmos sobre controladores para expositores de bebidas ou controladores para geladeiras cervejeiras. De modo geral o funcionamento desses controladores se assemelha muito com o funcionamento dos controladores para congelados. No entanto existem algumas diferenças importantes para se considerar. Os controladores de temperatura para expositores de bebidas possuem mais saídas além das saídas para refrigeração, degelo e ventiladores. Esses controladores também possuem uma saída para a iluminação, já que esta é uma função importante para geladeiras expositoras de bebidas. Outra característica importante é o tamanho do display. Os controladores para geladeiras expositoras costumam possuir display maior já que dessa forma a visualização da temperatura à distância é facilitada. Seu formato também custuma ser diferente, permitindo a instalação diretamente na porta da geladeira expositora. Modelos como o controlador K116 BigDisplay possuem ainda outros recursos adicionais. A entrada digital para sensor de porta, por exemplo, permite que o controlador entre em Modo Econômico automaticamente depois de determinado tempo com a porta fechada. Outra característica importante também é o monitor de tensão, que proteje o equipamento em caso de flutuações na rede. Quadros de comando para câmaras frigoríficas Controladores para congelados podem ser utilizados também para câmaras frigoríficas. No entanto, como essas aplicações demandam diversos outros componentes adicionais, muitas vezes o controlador de temperatura é instalado em um quadro de comando junto a outros dispositivos. Além do controlador de temperatura, quadros de comando para câmaras frigoríficas possuem componentes auxiliares de proteção, como disjuntores, fusíveis, entre outros. A montagem desses quadros exige um tempo considerável e por isso surgiu o SmartSet Max, que oferece soluções completas em quadros de comando para câmaras frigoríficas. O SmartSet Max possui versões para congelados e resfriados, em diversas potências e com diversos dispositivos de proteção. Além disso, é possível escolher entre diversas opções e receber o quadro de comando pronto para instalação, de acordo com cada necessidade.

O que é a Parada por Recolhimento ou Pump Down na refrigeração?

12/08/2020 - Refrigeração
Você já ouviu falar em parada por recolhimento ou sistema pump down? Esse termo vem ganhando cada vez mais espaço no mundo da refrigeração, especialmente quando se trata de câmaras frigoríficas. Neste post vamos esclarecer o que é esta tecnologia e por quais motivos ela vem se tornando mais comum no mercado. Parada por Recolhimento ou sistema Pump Down: o que é? A maioria dos sistemas de refrigeração tradicionais funciona através de um controlador de temperatura comandando um compressor. Em resumo, o controlador identifica a temperatura do ambiente através de um sensor e utiliza os valores definidos no setpoint e na histerese para ligar ou desligar o compressor. Dessa forma, a temperatura é mantida dentro de uma faixa definida. Já na parada por recolhimento o sistema funciona de forma diferente. Apesar de o controlador de temperatura e o compressor continuarem presentes, existem outros dispositivos envolvidos no processo. A válvula solenoide, o tanque de recolhimento e o pressostato, por exemplo, são essenciais para que este tipo de sistema funcione. A parada por recolhimento (ou pump down) é, portanto, uma forma de gerenciar o acionamento do sistema de refrigeração em que o controlador de temperatura não aciona diretamente o compressor, mas sim uma válvula solenoide. Funcionamento da Parada por Recolhimento Imagine uma câmara frigorifica com o sistema de refrigeração acionado. O compressor faz com que o fluido pressurizado passe pelo condensador, onde perde calor para o ambiente externo. Em seguida, o fluido passa pela válvula de expansão, onde perde pressão e sua temperatura é reduzida. Ao passar pelo evaporador, esse fluido refrigerado troca calor com o ambiente interno da câmara, refrigerando o ambiente com o auxílio do ventilador. Depois disso, o processo se repete até que a temperatura da câmara frigorífica atinja o setpoint configurado. É justamente neste momento que as diferenças entre o processo tradicional e a parada por recolhimento começam a aparecer. No momento em que o setpoint é atingido, o controlador de temperatura não desliga o compressor diretamente. Ao invés disso, o controlador fecha uma válvula solenoide, impedindo que o fluido percorra a tubulação, passe pela válvula de expansão e chegue ao evaporador (conforme imagem abaixo). Acontece que o compressor continua funcionando mesmo com a válvula solenoide fechada. Assim, o fluido continua sendo retirado do evaporador e enviado ao condensador. Como a válvula solenoide está fechada, a pressão do fluido na linha anterior ao compressor diminui, enquanto a pressão do fluido na linha posterior ao compressor aumenta. Mas se a linha é interrompida pela solenoide e o fluido não é enviado novamente para a válvula de expansão, para onde ele vai? Bom, quando se utiliza parada por recolhimento é necessário um tanque de recolhimento na linha para armazenar o fluido quando a solenoide estiver fechada. Dessa forma, o fluido é praticamente retirado do lado de baixa pressão e transferido para o lado de alta pressão, e neste momento o compressor pode desligar. Na parada por recolhimento ou pump down os pressostatos são muito importantes. São eles que controlam o acionamento do compressor de acordo com a pressão na linha. Quando o lado de baixa atinge uma pressão menor do que um valor definido, o compressor desliga. Da mesma forma, quando o lado de alta atinge uma pressão maior do que a definida, o compressor desliga. Quando a temperatura na câmara frigorífica sobe novamente, o controlador de temperatura abre a válvula solenoide, o fluido passa pela válvula de expansão, a pressão no lado de baixa aumenta e o pressostato aciona o compressor outra vez. É assim que o controle de temperatura ocorre nos sistemas com parada por recolhimento. Uma das vantagens deste sistema é a retirada do fluido na linha anterior ao compressor, aumentando a eficiência e aumentando a vida útil do compressor. Quadro de comando para câmaras frigoríficas com sistema Pump Down Um quadro de comando com um controlador de temperatura eficiente é essencial para um bom sistema de refrigeração. Quando se trata de sistemas pump down ou parada por recolhimento, os dispositivos de proteção são ainda mais importantes. É por isso que a Ageon oferece o quadro de comando SmartSet Max. Além do controlador de temperatura integrado, o modelo completo do SmartSet Max possui uma série de componentes auxiliares para proteção do equipamento e aumento da vida útil do sistema: • Contator do compressor• Contator do degelo (versão para congelados)• Relé térmico para proteção do compressor• Fusíveis de proteção nas três fases• Régua de bornes para ligação dos equipamentos• Monitor eletrônico de tensão, monitorando subtensão, sobretensão, assimetria modular, falta de fase e inversão de fase (junto do controlador) Além da proteção do equipamento, o SmartSet Max completo está disponível em diversas versões de diferentes potências, tensão de alimentação e outras características. Selecione uma versão de acordo com a sua necessidade e receba o quadro de comando pronto para instalar.

Linha Black A103: o controlador de temperatura 6 em 1 da Ageon

28/05/2020 - Charcutaria e Homebrewing, Refrigeração
É bastante comum no mercado de controladores de temperatura termos modelos específicos para determinadas funções. Um controlador possui função de temporização, enquanto outro possui função de duplo estágio e outro possui função de controlador duplo. Mas e se um único modelo de controlador pudesse ser utilizado para todas essas aplicações e outras mais? É justamente por isso que existem os controladores Linha Black A103. O que é o controlador Linha Black A103? Os controladores de temperatura A103 fazem parte da Linha Black da Ageon. Esta linha de controladores se destaca pela facilidade de instalação, duas formas de fixação (presilhas ou parafusos), e pelo design moderno. O painel frontal possui 6 teclas que facilitam tanto a configuração do aparelho quanto sua utilização. O modelo A103 é um controlador para aquecimento e refrigeração que possui dois sensores de temperatura e duas saídas a relé. A função das saídas é configurável, ou seja, é possível selecionar uma das 6 opções de funcionamento. O A103 pode ser configurado nos seguintes modos de acordo com a necessidade: Controlador duplo estágioControlador duplo (2 em 1)Controlador com degelo elétricoControlador com degelo por gás quenteControlador com timer cíclicoControlador para resfriador de leite A seleção do modo de funcionamento é realizada através do parâmetro "Fu". Abaixo descrevemos cada um dos modos do controlador Linha Black A103. A103 como controlador duplo estágio Já abordamos aqui no blog alguns posts sobre controladores duplo estágio. Os controladores duplo estágio utilizam apenas um sensor de temperatura, mas permitem o acionamento de duas saídas, cada uma com um setpoint diferente. Em outras palavras, é possível acionar cada relé em um ponto distinto da escala térmica. Cada uma das saídas pode atuar tanto para aquecimento quanto para refrigeração. Para configurar o controlador A103 como controlador duplo estágio o parâmetro "Fu" deve ser ajustado com o valor 1. A103 como controlador duplo (2 em 1) Um controlador duplo funciona como dois controladores diferentes, mas em um único aparelho. Por isso também podem ser chamados de controladores 2 em 1. Quando configurado desta forma, cada uma das saídas do controlador A103 é acionada de acordo com um sensor. Isso permite o controlador de temperatura em dois ambientes distintos, por exemplo, com setpoints diferentes. Cada conjunto de sensor/saída pode funcionar para aquecimento ou para refrigeração. Para configurar o controlador A103 como controlador duplo o parâmetro "Fu" deve ser ajustado com o valor 2. A103 como controlador com degelo elétrico Ao configurar o parâmetro "Fu" do controlador A103 com o valor 3, o aparelho funcionará no modo refrigeração com degelo elétrico. Dessa forma, a primeira saída e o primeiro sensor são relacionados ao sistema de refrigeração, enquanto a segunda saída e o segundo sensor são relacionados à resistência de degelo. É possível configurar o controlador para uma câmara de congelados e definir ciclos de degelo a cada 8 horas, por exemplo. Nesse modo de funcionamento, enquanto o degelo estiver ativo a saída da refrigeração fica desativada. A103 como controlador com degelo por gás quente Quando o parâmetro "Fu" for configurado com o valor 4 o controlador A103 funciona no modo refrigeração com degelo por gás quente. Este modo é muito semelhante ao modo citado acima, mas apresenta uma diferença básica. Durante o degelo, tanto a saída do compressor quanto a saída de degelo ficam acionadas. A103 como controlador com timer cíclico O controlador Linha Black A103 também possui a opção de timer cíclico, que é definido pelo parâmetro "Fu" em 5. Neste modo, o controlador pode ser utilizado para aquecimento ou refrigeração. Enquanto o primeiro sensor e a primeira saída sejam responsáveis pelo controle da temperatura, o segundo sensor não é utilizado e a segunda saída é acionada em ciclos de tempo configuráveis. A103 como controlador para resfriador de leite O último modo de funcionado do controlador Linha Black A103 foi desenvolvido especialmente para tanques resfriadores de leite. Quando o parâmetro "Fu" é definido em 6, a primeira saída do controlador é utilizada exclusivamente para refrigeração, ao mesmo tempo em que a segunda saída geralmente aciona um agitador. Dessa forma, primeiro sensor e a primeira saída do controlador estão relacionados ao controle de temperatura. Enquanto isso, o segundo sensor não é utilizado, e a segunda saída é acionada em intervalos de tempo ajustavéis. No entanto, diferente do modo de funcionamento anterior, o ciclo de acionamento da segunda saída está relacionada ao acionamento da primeira saída. Como isso ocorre? Simples: enquanto a saída de refrigeração estiver acionada, a segunda saída também fica acionada. Quando a refrigeração é desativada, a segunda saída entra em um ciclo de acionamentos previamente definido.

Como reduzir o consumo com energia na refrigeração comercial?

06/05/2020 - Refrigeração
Os gastos com energia elétrica são sempre motivo de preocupação para proprietários de estabelecimentos, em especial quando se trata de refrigeração comercial. No entanto, algumas ações simples podem ajudar reduzir o consumo de energia com esses equipamentos. Por isso, reunimos abaixo algumas dessas ações que podem causar um impacto positivo quando bem utilizadas. Boas práticas para economizar energia na refrigeração comercial Verifique o local da instalaçãoConfigure setpoints adequadosFaça degelos periódicosRealize manutenções preventivasConscientize seus clientesControladores inteligentes para refrigeração comercial Verifique o local da instalação Instale seus aparelhos de refrigeração ou condensadores em ambientes com uma temperatura ideal para um fluxo de calor no trocador. Em temperaturas muito baixas, por exemplo, pode ocorrer congelamento da linha da evaporação. Já em temperaturas muito altas a condensadora não conseguirá trocar a quantidade de calor necessária para atingir a temperatura esperada e o sistema se tornará ineficiente. Configure setpoints adequados Quando o setpoint dos equipamentos está configurado para um valor muito baixo, o sistema de refrigeração será acionado com mais frequência e por mais tempo, elevando o consumo de energia. Por outro lado, quando o setpoint é configurado para um valor muito alto a integridade da mercadoria pode ser prejudicada. É importante manter os controladores regulados em uma faixa de temperatura adequada para que os produtos sejam armazenados em condições ideais sem sobrecarregar o sistema de refrigeração. Faça degelos periódicos Realizar degelos periodicamente conforme o manual do produto evita a formação de gelo em excesso no equipamento. Camadas de gelo com espessura superior a um centímetro impedem a troca de calor, pois funcionam como isolante térmico, e consequentemente diminuem a eficiência do equipamento. Manutenções preventivas são importantes Outra forma de reduzir o consumo de energia na refrigeração comercial é através das manutenções preventivas. Desgastes e resíduos são normais no decorrer do tempo, mas em determinado momento podem prejudicar a eficiência dos equipamentos. Trocar borrachas de vedação e limpar serpentinas, por exemplo, são algumas ações que impactam no consumo de energia elétrica. Por isso, manutenções preventivas periódicas garantem o funcionamento correto dos aparelhos e auxiliam na economia de energia. Conscientize seus clientes A maioria dos equipamentos de refrigeração comercial são fechados. Balcões de congelados, expositores de bebidas e outros equipamentos costumam possuir portas de vidro para que os clientes visualizem os produtos mesmo com as portas fechadas. Isso ocorre porque quanto mais tempo a porta permanecer aberta, maior a troca de calor com o ambiente e consequentemente o sistema de refrigeração será mais exigido. Para evitar isso, conscientize seus clientes a manter a porta dos aparelhos fechadas durante a escolha dos produtos, abrindo somente para retirá-los. Controladores inteligentes para refrigeração comercial Controladores digitais fazem muito mais do que manter os produtos refrigerados em temperaturas adequadas. Esses aparelhos estão cada vez mais avançados e possuem funções para gerenciamento de degelo automático, monitoramento online, monitor de tensão, entre outras. Além disso, existem ainda os termostatos com a função Modo Econômico. Esta função é específica para economia de energia elétrica e por isso é ideal para aumentar a eficiência dos equipamentos. Deseja saber mais sobre controladores de temperatura inteligentes para refrigeração? A Ageon pode ajudar. Entre em contato com nossa equipe e conheça os modelos mais adequados para sua necessidade.

FastKey como ferramenta de trabalho para profissionais de refrigeração

29/04/2020 - Refrigeração
Controladores de temperatura fazem parte do cotidiano de profissionais da refrigeração. Seja na instalação ou na manutenção de equipamentos, lidar com termostatos digitais é bastante comum. Por isso, refrigeristas costumam investir um tempo considerável do seu trabalho configurando ou testando esses aparelhos. Mas esse tempo pode ser bastante reduzido com uma única ferramenta: a FastKey. O que é a FastKey? Em resumo, a FastKey é uma chave de programação para facilitar a configuração dos controladores Linha Black da Ageon. Sua função principal é a possibilidade de copiar a configuração de um controlador para outro de maneira fácil e rápida. No entanto, a FastKey possui outras funções que a tornam muito útil para profissionais da refrigeração. Abaixo listamos como a FastKey pode facilitar o trabalho e otimizar o tempo desses profissionais. Configurando controladores rapidamente Quando você está instalando um controlador de temperatura, como você faz a configuração? Normalmente é necessário realizar toda a ligação elétrica do aparelho para posteriormente utilizar a combinação de teclas para acessar parâmetro por parâmetro e somente então ajustar seus valores. Com a FastKey esse procedimento é muito mais fácil. O controlador pode ser configurado antes mesmo da ligação elétrica ser realizada. Isso ocorre porque ao ligar a Fastkey ao controlador este último é energizado. Ou seja, não é necessário nem mesmo que o aparelho esteja ligado à rede elétrica. Em seguida, é possível selecionar uma das memórias salvas na FastKey e passá-las para o controlador. Caso seja necessária alguma alteração de parâmetro é possível editar a configuração salva na FastKey antes de passar para o controlador. Em poucos cliques você visualiza a lista de parâmetros e alterar os valores que precisam de correção. É possível salvar até 9 configurações diferentes na FastKey. Cada uma delas pode ser relacionada a um modelo diferente de termostato ou configurações diferentes para o mesmo modelo. Se você costuma trabalhar sempre com os mesmos modelos de controlador, por exemplo, você pode salvar as configurações mais comuns na FastKey e ganhar muito tempo nas suas instalações. Quanto mais controladores de temperatura sua instalação exigir, mais tempo você economiza utilizando a FastKey. A FastKey é compatível com os controladores de temperatura da Linha Black da Ageon. Profissionais de refrigeração precisam de produtos de qualidade Não tem nada pior do que ter que voltar a uma instalação que apresentou problemas, certo? Além de realizar a instalação de acordo com as normas técnicas vigentes, utilizar produtos de qualidade é essencial para garantir a satisfação dos seus clientes. Por isso a Ageon investe massivamente em pesquisa e desenvolvimento para oferecer os melhores produtos para profissionais da refrigeração. São diversos modelos de controladores de temperatura, quadros de comando e até mesmo controladores de condensação para diversas aplicações. Tudo isso com tecnologia nacional, garantia de fábrica e uma equipe de suporte técnico especializada para dar o melhor atendimento e tirar suas dúvidas.