O que fazer para evitar a queima do inversor de frequência?

22/02/2019 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
O que fazer para evitar a queima do inversor de frequência

Um inversor de frequência pode queimar por diversos motivos. Em muitos casos a queima é causada por natureza externa, ou seja, por fatores que não são relacionados a defeitos de fabricação do inversor. Nesses casos, é de extrema importância identificar o motivo da queima antes de adquirir um novo inversor. Neste post vamos falar sobre os defeitos no inversor de frequência causados por natureza externa e como evitá-los.

Queima do inversor por defeitos de natureza externa

Quando um inversor de frequência queima devido a problemas de natureza externa não basta substituí-lo. A simples substituição pode até resolver o problema por um tempo, mas a probabilidade de o inversor substituto queimar é bastante grande. Por esse motivo, é importante identificar a causa da queima do aparelho. Listamos abaixo alguns dos principais motivos para a queima do inversor e como evitá-los.

Sobretensão na rede de alimentação

Por mais que o inversor possua seu próprio sistema de proteção contra subtensões e sobretensões, uma sobretensão abrupta (pico de tensão em curto período de tempo) pode causar danos citados acima, ou mesmo a queima do inversor. É importante que os usuários de inversores monitorem constantemente a rede de alimentação durante o uso do aparelho com sua carga padrão, para que seja detectado uma não conformidade no nível de tensão.

Caso o inversor aponte constantemente o erro de sobretensão no circuito intermediário (E02 nos inversores Ageon), verifique o comportamento da sua rede de alimentação.

Curto-circuito entre fases ou terra do motor

Outra possibilidade de não conformidade relacionada a queima desses elementos é a de curto-circuito entre fases do motor. Mesmo que, aparentemente, as conexões do motor ao inversor estejam corretas, deve-se monitorar as pontas do motor (na própria carcaça do motor) e verificar se há alguma anomalia. Um curto-circuito entre fases do motor, mesmo que por pouco tempo, pode causar a queima de um módulo de potência.

Excesso de umidade e presença de água também podem ser os causadores desses curtos-circuitos entre fases. É extremamente importante garantir que a área de instalação do motor seja livre de umidade excessiva e que não haja presença de elementos que jorram/pingam água. A umidade pode prejudicar o motor tanto a curto prazo (presença de água no contato do motor) quanto a longo prazo (oxidação das partes metálicas, que futuramente irão apresentar falhas no funcionamento).

Também deve-se garantir que o aterramento do sistema não tenha nenhum contato com uma fase, seja do motor ou da rede de alimentação.

É extremamente necessário garantir a integridade física dos terminais do motor pois,  caso os danos nos inversores sejam causados pelo motor, o mesmo irá danificar todos os inversores que forem conectados a ele até que seja feita a troca do motor ou que suas conexões sejam reforçadas.

Sobretemperatura

Uma temperatura elevada pode causar dano aos módulos de potência. A faixa de temperatura de operação do inversor deve ser respeitada. Nos inversores de frequência Ageon essa faixa é de 0 a 50 °C. Caso o inversor indique sobretemperatura (erro E04 nos inversores Ageon), verifique se o ambiente onde o inversor está instalado apresenta uma temperatura acima do normal.

Não é recomendado que o inversor permaneça em um ambiente excessivamente quente pois o funcionamento do inversor em si eleva sua temperatura interna de operação, principalmente se o mesmo possui um motor com uma carga próxima da máxima permitida.

Um fator que influencia diretamente na temperatura de operação é a frequência de chaveamento dos IGBT. Nos inversores de frequência Ageon (com exceção do modelo IEX70) é possível ajustar a frequência de chaveamento no parâmetro P43. São disponíveis três valores para este parâmetro: 5 kHz, 10 kHz e 15 kHz.

Quanto maior a frequência de chaveamento, menor será o ruído emitido pelo motor, porém, maior será a temperatura presente nos IGBTs. Portanto, ajuste a frequência de chaveamento conforme a sua necessidade.

Inércia de carga elevada

Quando o motor possui uma carga elevada, há um consumo excessivo de corrente na partida, o que pode prejudicar os módulos de potência. Para proteger os IGBT, garanta que o inversor esteja programado com uma rampa de aceleração proporcional à sua carga.

Os inversores Ageon possuem sistemas de proteção de sobrecorrente (E05 para corrente em função do tempo e E09 para sobrecorrente por hardware). No entanto, um pico de corrente muito abrupto na partida poderá danificar permanentemente os módulos de potência.

Recomenda-se então que, na homologação do sistema, sejam feitas medições de corrente com ferramentas apropriadas e verificados os valores máximos de corrente no manual. Programe rampas de maiores durações conforme a necessidade.

Outros Defeitos

Além dos cuidados acima, deve-se garantir que as conexões estejam corretas, tanto da parte de potência (entrada, saída do motor e relé) quanto das de baixa potência (entradas digitais e analógicas).

Outra causa de problemas com o inversor de frequência é o curto-circuito nas fases da alimentação. Neste caso o defeito é fácil de ser identificado pois, na maioria das vezes, há a presença de carbonização (queima) nos terminais. Além disso, nessa situação a placa principal do inversor é danificada permanentemente, inviabilizando seu conserto.

Caso você possua um inversor de frequência queimado, é importante identificar o motivo da queima antes de substituí-lo. Em muitos casos a queima do inversor está relacionada a um dos motivos citados acima. Ao substituir o dispositivo sem corrigir a causa raiz, é provável que o novo inversor seja danificado da mesma forma que o anterior .


Deixe seu comentário sobre este post no formulário abaixo.

Fique por dentro das novidades

Receba novidades dos assuntos do seu interesse diretamente no seu e-mail:

Comentários

    jeovaldo jose da silva disse:

    Boa Noite!
    Tudo bem com vocês, tenho um inversor de frequência Ageon XF20, vou instalar para fazer reversão em uma lavadora de roupa industrial, minha dúvida, posso usar um reversor RT 4/12 projindus, direto nus terminais 4,5.6 ou tenho que usar relés,
    por favor,
    aguardo,
    Jeovaldo.

    Olá, Jeovaldo.
    Como vai?
    Primeiramente você deve configurar o seu inversor para avanço e retorno (P72 = 2). Quanto ao esquema de ligação, conforme consta no manual do RT 4/12, você deve ligar o pino 3 do RT no pino 4 do inversor, o pino 4 do RT no pino 5 do inversor e o pino 5 do RT no pino 6 do inversor.
    Em caso de dúvidas, nossa equipe está à disposição para ajudá-lo através dos seguintes canais:

    (48) 3028-8878
    (48) 99996-0430

    Ou entre em contato por Whatsapp clicando aqui.

    claudio santos reis disse:

    bom dia min energia e 220 mas errei o local e coloquei no 110 da placa será q minha placa iex70 tem comcerto ,gostaria de saber

    Olá, Cláudio
    Recomendamos entrar em contato com a assistência técnica da Ageon para verificar a situação do seu aparelho.
    Seguem contatos:

    (48) 3028-8878
    (48) 99996-0430

    Ou entre em contato por Whatsapp clicando aqui.

    Luiz disse:

    Boa noite, para testar o inversor só para ver se ele está ligando basta ligar somente a tensão de entrada nos pinos LINE ou e necessário também ligar motores etc.

    Olá, Luiz
    Como vai?
    O teste ideal seria alimentando o inversor e conectando um motor de potência equivalente nas saídas “U V W”.
    Caso precise de alguma ajuda na instalação, entre em contato com o nosso suporte técnico através dos seguintes canais:

    (48) 3028-8878
    (48) 99996-0430

    Ou entre em contato por Whatsapp clicando aqui.

    Waliton disse:

    Muito bom!!!! A explicaçao mi ajudou bastante desde ja agradeço

    William Dantas disse:

    Parabéns pelo conteúdo muito bom, poderiam tb falar um pouco sobre a regeneração durante uma oscilação de energia, pois já perdi inversores e drives nesse tema, quando temos uma oscilação de energia rápida e o inversor entra em modo de regeneração e logo retorna a alimentação de entrada causando um curto na entrada.

    Olá William, como vai?

    Obrigado pelo seu comentário, ele somará muito em nosso blog. Logo segue a resposta.
    Podemos simploriamente dividir o inversor em 3 grandes blocos sendo eles a entrada ou retificação, o barramento CC e a saída para o motor, sendo que na frenagem é comum acontecer a regeneração que você comentou, entretanto essa regeneração atinge somente o barramento CC e este excesso de tensão que dissipada através do resistor de frenagem chamado de frenagem reostática. Vale ressaltar que a ausência do resistor de frenagem pode ocasionar danos ao inversor, pois se a tensão subir demais, pode ocasionar a queima dos componentes eletrônicos.

    O inversor regenerativo utiliza este excesso de energia que seria “queimada” em forma de calor através da resistência de frenagem, devolvendo para a rede ou para o barramento cc que em alguns casos este barramento do inversor é compartilhado com outros inversores. Caso realmente necessite de frenagem regenerativa, será necessário comprar um inversor específico para esta função.

    Você comentou das oscilações na tensão da rede elétrica e vale ressaltar que nos painéis elétricos sejam instalados os DPS – dispositivo de proteção contra surtos, que fará a proteção contra sobretensão proveniente da rede elétrica seguindo a norma ABNT NBR 5410 e relé de falta de fase. Alguns modelos de relés além de monitorar sequência e a falta de fase possuem também o monitoramento de subtensão, sobretensão e assimetria entre fases, logo um equipamento destes no painel do inversor pode aumentar a proteção do inversor e seus periféricos.”

    Rubem Santos Bonfim disse:

    Parabéns, muita boa essas informações

    Obrigado pelo seu comentário, Rubem.
    Ficamos felizes que nosso conteúdo seja útil para você. Continue acompanhando nossos materiais e fique à vontade para sugerir novas pautas.
    Atenciosamente,
    Equipe Ageon

    José Roberto disse:

    Parabéns a AGEON. Informações bem objetiva em relação as possível causa de queima de inversor de frequência!!

    Olá José Roberto, como vai?
    Muito obrigado pelo seu feedback. Agradecemos pelo seu comentário e estamos abertos a sugestões de pauta.
    Atenciosamente,
    Equipe Ageon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas sobre Inversores de Frequência
Tire suas dúvidas sobre inversores de frequência. Veja como configurar, como instalar e como aproveitar todos os recursos dos inversores de frequência. Confira outras postagens.