Ligando dois motores em um Inversor de Frequência

28/03/2018 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência

Ligando dois motores em um Inversor de Frequência

Existe uma dúvida recorrente de quem precisa controlar a velocidade de motores trifásicos. Muitos clientes nos questionam sobre a possibilidade de acionar dois motores com um único inversor de frequência. Será que isso é realmente possível? A resposta é sim, mas com ressalvas. Neste post você irá descobrir a forma correta de realizar este tipo de instalação.

 

Sobre o Inversor de Frequência

Os inversores de frequência são dispositivos capazes de controlar a velocidade de motores trifásicos. Se você não conhece inversores de frequência, temos um post com tudo o que você precisa saber sobre estes aparelhos.

Em primeiro lugar, é importante citarmos que as informações citadas neste post são referentes aos inversores de frequência Ageon. Além disso, é necessário identificar algumas informações do inversor de frequência, como a corrente nominal, por exemplo.

 

Sobre os Motores

Antes de prosseguir, certifique-se que os dois motores possuem a mesma potência e número de polos. Caso os motores sejam diferentes, o acionamento com um único inversor não permitirá o controle correto da velocidade. Também é necessário identificar o pico de corrente utilizada pelos motores junto ao fabricante.

 

Como ligar dois motores ou mais a um Inversor de Frequência?

Para ligar os dois motores ou mais a um único inversor é necessário tomar algumas precauções. Listamos abaixo os principais cuidados para que você possa realizar esta ação com segurança e eficiência:

  • A corrente nominal do inversor deve ser pelo menos 25% maior do que à soma das correntes dos motores.
  • Cada motor deve possuir sua própria proteção térmica (um relé térmico, por exemplo).
  • É recomendável que os motores fiquem próximos do inversor de frequência.

Enquanto estas práticas forem seguidas, os motores podem ser acionados pelo inversor simultaneamente. Ambos os motores devem trabalhar sincronizados de acordo com os comandos enviados pelo inversor de frequência.

 

Quais as desvantagens deste método?

Apesar de ser possível acionar mais de um motor por inversor de frequência, é importante ressaltar que este método possui algumas desvantagens em relação à utilização de um motor por inversor.

No quesito proteção, por exemplo, o sistema se torna menos seguro. Isso ocorre porque cada inversor possui uma proteção de sobrecorrente, que desativa o aparelho caso a corrente ultrapasse determinado valor. Quando um inversor é ligado a dois motores a proteção de sobrecorrente só é acionada quando a soma das correntes de ambos fica acima do valor configurado. Caso apenas um dos motores apresente sobrecorrente, mas a soma das correntes continue abaixo do limite estabelecido, poderão ocorrer danos ao equipamento.

Outra desvantagem deste método é em relação ao funcionamento do equipamento em caso de falhas nos motores. Caso um dos motores venha a falhar, o equipamento inteiro ficará ocioso, pois o inversor de frequência não irá acionar apenas o motor restante.

A Ageon recomenda que a instalação dos seus produtos seja realizada por um profissional qualificado. Em caso de dúvidas, entre em contato com nosso suporte técnico pelo telefone (48) 3028-8878.

***

O que você achou deste post? Você liga mais de um motor a cada inversor de frequência?

Deixe seu comentário abaixo:

Fique por dentro das novidades

Receba novidades dos assuntos do seu interesse diretamente no seu e-mail:

Comentários

    adelmo siqueira de oliveira disse:

    boa tarde eu consigo acionar o inversor de frequencia sem os motores estarem conectados?

    Olá Adelmo, como vai?
    Você pode sim ligar o inversor de frequência sem que o motor esteja conectado. Você pode inclusive parametrizá-lo mesmo sem o motor.
    Em caso de dúvidas, nosso suporte técnico está à disposição para ajudá-lo:

    (48) 3028-8878
    (48) 99844-0213
    (48) 99126-9908

    Ou entre em contato por Whatsapp clicando aqui.

    dalcione parcianello disse:

    Pois então gente, no caso da proteção é só vcs instalarem um disjuntor motor para proteger o motor depois do inversor, e no para o inversor perceber que um motor falhou é só fazer uma ligação em série passando pelos contatos NF dos disjuntores, e programando ex a DI1 para habilita geral, DI2 para girá-para.

    Forte Abraço espero ter ajudado…

    Olá Dalcione, como vai?

    Sim, é possível utilizar um disjuntor motor para cada motor como função de proteção térmica, e um disjuntor motor na entrada do inversor, também como proteção térmica, inclusive do cabeamento de entrada, apesar do equipamento já possuir uma série de proteções internas.
    É possível utilizar o contato NF dos disjuntores para desabilitar o inversor, entretanto no inversores Ageon a terminologia é “liga/desliga” que seria o parâmetro P72=1 e o parâmetro “sentido de giro” P73=2.
    Vale ressaltar que o comando na entrada digital do inversor deve ser o P74=0 (retenção), se usar a função por pulso, não funcionará.
    Muito obrigado pela sua contribuição e continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das novidades.
    Atenciosamente,
    Equipe Ageon

    José Roberto Buzeli disse:

    Explicação rápida e bem esclarecedora , tirou 100% das minhas dúvidas.
    Agradeço.

    Olá, José Roberto
    Como vai?
    Muito obrigado pelo seu comentário. Continue acompanhando nosso blog e sinta-se à vontade para sugerir assuntos para novos posts.
    Atenciosamente,
    Equipe Ageon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas sobre Inversores de Frequência
Tire suas dúvidas sobre inversores de frequência. Veja como configurar, como instalar e como aproveitar todos os recursos dos inversores de frequência. Confira outras postagens.