Tudo sobre controladores de temperatura e inversores de frequência

No Blog da Ageon você encontra dicas, vídeos e diversos artigos sobre controladores eletrônicios para automação, aquecimento, refrigeração e climatização

Como proteger tanques resfriadores de leite de flutuações de tensão

01/04/2020 - Como Configurar, Controladores de Temperatura, Refrigeração, Vídeos
Se você trabalha com tanques resfriadores de leite possivelmente já teve problemas com oscilação de tensão. Geralmente esses equipamentos são instalados em áreas rurais onde a rede elétrica nem sempre é estável, ou seja, é suscetível a flutuações de tensão. Por que as flutuações de tensão são um problema? O principal problema das flutuações de tensão na rede elétrica é a integridade física dos equipamentos. Os resfriadores de leite, por exemplo, costumam possuir um compressor para realizar o controle térmico e um agitador para manter o leite em uma temperatura homogênea. Ambos os equipamentos possuem limites de tensões minímas e máximas. Em muitos casos a subtensão (tensão abaixo do valor permitido) e a sobretensão (tensão acima do valor permitido) fazem com que ao menos um destes equipamentos possa ser permanentemente danificado, causando prejuízos ao produtor. Como se não bastasse o prejuízo causado pela queima do compressor ou do agitador, existe ainda outro problema para os produtores: a perda do leite. O leite pode congelar caso o agitador pare de funcionar ou pode chegar a temperaturas muito altas caso o compressor não atue. Além disso, como o leite só pode ser armazenado por determinado tempo, o período em que o tanque resfriador ficar fora de serviço para manutenção pode significar mais prejuízos para o produtor, dependendo de sua estrutura. Como evitar a queima dos resfriadores de leite por problemas de tensão? Uma das maneiras mais práticas para proteger o resfriador de leite das flutuações de tensão é utilizar um controlador de temperatura com monitor de tensão incorporado. Isso é muito mais prático e simples do que adquirir um monitor de tensão externo, montar um painel e instalá-lo. Além de acionar o compressor para manter o resfriamento do leite e acionar o agitador para manter a temperatura homogênea, controladores com monitor de tensão incorporado possuem uma proteção extra. Com eles é possível desativar automaticamente as saídas do compressor e do agitador de acordo com limites de tensão configurados. Dessa forma o controlador monitora a tensão da rede e, caso a tensão se reduza ou se eleve demais, as saídas são desativadas para evitar maiores danos. O controlador H104 da Ageon é o modelo mais recomendado para tanques resfriadores de leite. Este modelo é resistente à oscilações de tensão, já que sua alimentação vai de 85 V a 300 V. Também possui duas saídas a relé. Enquanto a primeira saída controla o sistema de refrigeração, a segunda saída possui funcionamento temporizado para o agitador do leite. No vídeo abaixo é possível visualizar como o controlador H104 funciona a proteção do equipamento quando ocorre subtensão ou sobretensão na rede. Deseja saber mais sobre o controlador de temperatura H104 da Ageon? Acesse nosso site e conheça todos os detalhes do controlador ideal para seus resfriadores de leite.

LIBERADO: Monitoramento de Temperatura remoto grátis na quarentena

25/03/2020 - Ageon, Como Configurar, Controladores de Temperatura, Refrigeração
Ciente de todos os transtornos causados pela crescente disseminação do Coronavírus no Brasil e também ciente da preocupação dos clientes em manter suas mercadorias viáveis, a Ageon resolveu liberar gratuitamente todos os recursos do plano Premium do sistema de monitoramento ArcSys Cloud. Dessa forma você poderá cumprir a quarentena na segurança do seu lar sem abandonar o controle de qualidade das suas mercadorias. Durante o período de quarentena, em que a circulação de pessoas deve ser reduzida apenas ao essencial, todos os técnicos, instaladores e proprietários de estabelecimentos que possuírem o dispositivo ArcSys instalado poderão utilizar a nossa plataforma na nuvem de forma gratuita para realizar o monitoramento remoto dos seus equipamentos. Além de visualizar a temperatura dos equipamentos, será possível alterar parâmetros, identificar o funcionamentos das saídas e auxiliar na resolução de problemas sem a necessidade de deslocamento até o local da instalação. Nossa intenção é facilitar o trabalho remoto de técnicos e instaladores, evitando o máximo possível a exposição aos riscos. Ao mesmo tempo, queremos tranquilizar proprietários e gerentes de estabelecimentos que necessitam do controle de temperatura em pleno funcionamento para evitar prejuízos com mercadorias. Para ativar o monitoramento de temperatura remoto gratuitamente, siga os passos presentes na página de ajuda do ArcSys Cloud. A Ageon reforça sua preocupação com a saúde e com o bem-estar dos profissionais da área e com a população em geral. Esperamos que esta situação se resolva o mais breve possível e nos mantemos à disposição através dos seguintes canais de contato: Aplicação e Suporte Técnico (48) 99996-0430Departamento Comercial (48) 99925-0250 (48) 99981-4927 (48) 99138-8571 (48) 99996-0390

Como instalar o controlador de temperatura A103 PID em Chocadeiras?

26/02/2020 - Chocadeiras, Controladores de Temperatura, Vídeos
Você possui um controlador de temperatura A103 PID e deseja ver como instalar o aparelho em sua chocadeira? Neste post vamos demonstrar o como é fácil conectar o controlador à resistência, ao motor de viragem e aos sensores de temperatura. O que é o controlador de temperatura A103 PID? O modelo A103 PID é um controlador de temperatura desenvolvido pela Ageon especialmente para chocadeiras e incubadoras. Para que as chocadeiras apresentem uma boa taxa de eclosão é necessário que haja precisão e estabilidade térmica. É por isso que o controlador A103 PID possui uma saída TRIAC para controle PID da resistência elétrica. O controle PID permite que a temperatura se mantenha muito mais estável em comparação aos tradicionais controladores de temperatura on-off. Os controladores A103 PID também possuem uma saída com funções de temporização. Esta saída pode ser utilizada para acionar um motor e realizar a viragem dos ovos automaticamente em ciclos de tempo predeterminados. O modelo A103 PID faz parte da Linha Black e por isso possuem diversos recursos extras, como as duas formas de fixação (presilhas ou parafusos), teclas de atalho configuráveis, entre outros. Instalando o controlador A103 PID Antes de instalar o controlador de temperatura na chocadeira é necessário se certificar de que o aparelho é compatível com a rede elétrica. O controlador A103 PID pode ser instalado em redes 110V ou 220V, por exemplo. No entanto, existem versões do aparelho que exigem a seleção manual da tensão através da ligação elétrica, enquanto outros modelos possuem seleção de tensão automática e um único modo de ligação elétrica. No vídeo abaixo demonstramos como instalar o controlador em uma rede 220V. O modelo utilizado é um A103 PID com seleção manual de tensão (110V ou 220V). De acordo com o vídeo podemos ver como a ligação elétrica do controlador A103 PID é simples. Abaixo listamos o esquema elétrico das três versões disponíveis, apresentadas ao final do vídeo: A103 PID - Seleção de tensão manual em 220V A103 PID - Seleção de tensão manual em 110V A103 PID - Seleção de tensão automática (85V a 264V) A Ageon recomenda que seus produtos sejam instalados por profissionais qualificados. Em caso de dúvidas na instalação, configuração ou utilização, entre em contato com o suporte técnico Ageon através dos seguintes canais:(48) 3028-8878(48) 99996-0430Ou entre em contato por Whatsapp clicando aqui.

Quais são suas dúvidas sobre inversores de frequência?

22/01/2020 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
Os inversores de frequência são tema de diversos posts no aqui no blog. Já falamos sobre as vantagens desses aparelhos, sobre como dimensioná-los, evitar erros e diversas outros assuntos. Se você possui dúvidas sobre inversores de frequência você está no lugar certo. Perguntas frequentes sobre inversores de frequência Depois de anos inseridos no mercado de inversores de frequência nós identificamos alguns questionamentos frequentes relacionados a esses produtos. Dessa forma, reunimos abaixo as respostas para as dúvidas mais comuns sobre inversores: Conhecendo inversores de frequência Como controlar a velocidade de um motor trifásico?Inversor de frequência: o que é e onde utilizar?5 vantagens de utilizar inversores de frequênciaQuando utilizar um inversor de frequência?Principais modelos de inversores para automaçãoAutomação de máquinas com Inversor de Frequência Como dimensionar corretamente um Inversor de Frequência? Onde comprar inversores? Comprar inversores de frequência direto de fábrica Instalando e configurando Dicas de Instalação – Inversores de FrequênciaAterramento do inversor de frequência: como fazer? Como ligar um motor trifásico em alimentação 220V? Por que utilizar Resistor de Frenagem com um Inversor de Frequência? Conhecendo os bornes de controle do inversor de frequência Ligando dois motores em um Inversor de Frequência Entendendo Inversores de Frequência – Rampas de AceleraçãoO que faz e como funciona a função multispeed no inversor de frequência? Resolvendo problemas O que fazer para evitar a queima do inversor de frequência? O inversor não chega na frequência desejada. E agora?Diagnóstico de erros nos Inversores de Frequência Ageon Quais suas dúvidas sobre inversores de frequência? A Ageon fabrica inversores de frequência há quase duas décadas e por isso adquirimos experiência nesse tipo de equipamento. Além disso, desenvolvemos inversores de frequência para diversos mercados, desde inversores versáteis para automação até inversores específicos para climatizadores evaporativos ou ainda para esteiras ergométricas. Essa experiência aliada ao investimento em tecnologia fez com que os inversores de frequência Ageon se tornassem presentes nas linhas de produção de grandes fabricantes, assim como em diversos distribuidores pelo Brasil. Agora queremos compreender melhor as principais dúvidas sobre inversores de frequência daqueles que mais têm contato com esses equipamentos: técnicos e instaladores. Nossa equipe quer ajudar esses profissionais a tirarem o máximo de proveito que a tecnologia dos inversores pode proporcionar. E é justamente por isso que perguntamos: o que você deseja saber sobre inversores de frequência?

Controle de Temperatura da Chocadeira vs. Temperatura Ambiente

15/01/2020 - Chocadeiras, Controladores de Temperatura, Dicas Ageon
A função básica de uma chocadeira automática é criar condições melhores que as naturais para elevar a taxa de eclosão dos ovos. Por isso o controle de temperatura da chocadeira é algo indispensável, assim como a ventilação e o controle de umidade. Acontece que, embora a chocadeira seja um ambiente controlado, a temperatura do externa influencia diretamente na variação de temperatura dentro da chocadeira. Isso pode causar problemas e inclusive diminuir as taxas de eclosão. Neste post você verá como a temperatura do ambiente externo interfere na chocadeira e como reduzir a possibilidade de problemas. Como a temperatura externa interfere na chocadeira? Os ovos precisam de oxigênio para eclodirem e por este motivo as chocadeiras não são completamente vedadas. Diferente de uma geladeira, por exemplo, as chocadeiras possuem aberturas para a entrada de ar externo, possibilitando a troca de gases. Apesar do termostato realizar o controle de temperatura da chocadeira acionando uma resistência ou uma lâmpada, essa troca de ar com o ambiente externo faz com que haja variação térmica de acordo com a mudança da temperatura ambiente. Imagine uma chocadeira cujo termostato está ajustado para 37,8°C. Esta chocadeira está instalada em uma cidade com grande variação térmica entre o dia e a noite.Durante a noite a temperatura ambiente chega até 18°C. O controlador aciona a resistência para que a temperatura da chocadeira não diminua em relação ao setpoint ajustado.No entanto, durante o dia a temperatura nesta cidade chega a 40°C. Neste cenário, a temperatura externa é maior do que a temperatura desejada (37,8°C). Assim que a chocadeira atinge 37,8°C o controlador desativa a resistência, contudo a temperatura dentro da chocadeira pode continuar aumentando caso a temperatura externa esteja mais alta. Isso ocorre porque a chocadeira não possui sistema de refrigeração e o ar mais quente de fora acaba entrando na chocadeira e elevando sua temperatura interna. Em ambos os exemplos citados o termostato realiza o controle de temperatura da chocadeira da mesma forma, mas a variação térmica pode ser maior ou menor de acordo com a temperatura ambiente. Ainda existem casos em que a temperatura da chocadeira se eleva demais, principalmente em dias quentes. Uma das possíveis causas é a temperatura ambiente muito alta, já que é comum em algumas cidades brasileiras atingirem temperaturas próximas a 40°C. Como evitar problemas relacionados à temperatura ambiente na chocadeira Para evitar toda esta oscilação térmica na chocadeira é necessário tomar algumas precauções. Veja abaixo as principais dicas para diminuir a variação térmica causada pela temperatura externa em chocadeiras. Onde instalar a chocadeira? Em primeiro lugar é preciso instalar a chocadeira em um local adequado, longe de fontes de calor, por exemplo. Também é importante evitar locais com incidência solar. O local mais indicado para a instalação das chocadeiras automáticas é em um ambiente arejado e na sombra. Esses ambientes estão menos sujeitos a variações drásticas de temperatura ao longo do dia. Chocadeira com equipamentos adequados Um problema que pode ser agravado com a variação da temperatura externa é o mau dimensionamento dos equipamentos na chocadeira. Muitos modelos possuem resistências acima ou abaixo da sua capacidade, por exemplo. Também existem casos em que as ventoinhas utilizadas para circulação do ar emitem calor. Nesses casos a temperatura no interior da chocadeira continua se elevando, mesmo com a resistência desativada. Utilize termostatos de qualidade O termostato é o equipamento responsável pelo controle da temperatura no interior da chocadeira. Existem diversos modelos no mercado e escolher um termostato de qualidade interfere diretamente na taxa de eclosão do equipamento. É justamente neste ponto que a Ageon pode auxiliar. Fabricamos controladores de temperatura há quase 20 anos e desenvolvemos termostatos especialmente para chocadeiras. O termostato A103 PID, por exemplo, possui controle PID de temperatura que traz mais estabilidade térmica, ao mesmo tempo em que possui saída para acionamento automático do motor de viragem e um design que valoriza qualquer modelo de chocadeira. O modelo K103 PID U também é indicado para chocadeiras de maior porte, que além do controle PID e do acionamento automático da viragem ainda permite o controle da umidade. Esses são apenas alguns exemplos dos termostatos que a Ageon desenvolve, sempre com foco em tecnologia, inovação e qualidade. Que tal saber mais sobre nossos produtos?

FastKey: nunca foi tão fácil configurar os controladores de temperatura

28/11/2019 - Aquecimento Solar, Cerveja Artesanal, Chocadeiras, Como Configurar, Controladores de Temperatura, Dicas Ageon, Refrigeração
Quanto tempo você leva para configurar um controlador de temperatura? Por mais que seja simples, ajustar os parâmetros dos controladores de temperatura leva certo tempo. Quando se trata de uma linha de produção, por exemplo, este processo precisa ser o mais rápido possível para não impactar nos custos do produto. Pensando nisso, os novos controladores Ageon são compatíveis com um novo recurso: a chave de programação FastKey. Neste post você vai ver como a FastKey torna a configuração dos controladores muito mais fácil e rápida. O que é a FastKey? Fastkey é uma chave de programação compatível com os novos controladores de temperatura Ageon. Sua função principal é replicar a configuração de um controlador para outros controladores, ou seja, copiar os parâmetros de um aparelho para diversos outros aparelhos. Em resumo, com a FastKey só é preciso configurar um controlador de temperatura. Depois disso, basta copiar a configuração deste aparelho e aplicá-la a todos os outros controladores que devem ser configurados para a mesma aplicação. Além de permitir configurar o controlador sem a necessidade de energizá-lo, a tela de 2,4" da FastKey permite visualizar e editar todos os parâmetros do controlador diretamente na chave de programação. Para quem a chave de programação FastKey é indicada? Apesar de a FastKey trazer benefícios para qualquer processo de configuração dos controladores de temperatura Ageon, existem algumas situações em que as vantagens são ainda maiores. Se você possui uma linha de produção que utiliza controladores de temperatura em série, em que vários aparelhos são configurados da mesma forma, a FastKey pode trazer agilidade e economia. Imagine que um funcionário é responsável por configurar todos os controladores de temperatura. Por mais que o funcionário seja ágil, é necessário certo tempo para energizar o aparelho e ajustar os parâmetros. Além disso, um processo manual está sujeito a falhas humanas. Ou seja, neste caso temos o problema do tempo e da probabilidade de erro. Com a FastKey ambos os problemas são resolvidos. Em primeiro lugar porque a configuração de cada controlador pode ser feita em poucos segundos e sem a necessidade de energizá-lo. Em segundo lugar porque a probabilidade de erros de configuração com a FastKey é praticamente nula, já que os mesmos parâmetros de um controlador são replicados para todos os outros. Dessa forma, você economiza tempo e dinheiro na sua linha de produção. Quanto posso economizar com a FastKey? Para ajudar a calcular quanto a configuração dos controladores de temperatura custa para sua empresa, criamos a calculadora abaixo. Para utilizá-la é bem simples, basta preencher as informações e ver qual seu custo com a configuração dos controladores. Calculadora de Custo de Configuração Quantos controladores utiliza por mês? Quantos minutos são necessários para configurar cada controlador? Qual o salário mensal (R$) do funcionário responsável por configurar os controladores? Calcular Custo de Configuração *Considerando um funcionário com jornada semanal de 44h. function calcFastKey(){ var qtd = $('#qtdCtrl').val().replace(/\D+/g, ''); var tmp = $('#tmpCtrl').val().replace(/\D+/g, ''); var salario = $('#valorCtrl').val().replace(/\D+/g, ''); var tmpTotal = qtd*tmp; var salarioMinuto = salario/(44*60*4); var custo = salarioMinuto*tmpTotal; var custoAno = custo*12; custoAno = custoAno.toFixed(2); var tmpFastKey = 0.25; var tmpTotalFastKey = tmpFastKey*qtd; var custoFastKey = salarioMinuto*tmpTotalFastKey; var custoAnoFastKey = custoFastKey*12; custoAnoFastKey = custoAnoFastKey.toFixed(2); var economia = custoAno - custoAnoFastKey; economia = economia.toFixed(2); custoAno = custoAno.replace(/\./g, ','); custoAnoFastKey = custoAnoFastKey.replace(/\./g, ','); economia = economia.replace(/\./g, ','); var result01 = "A configuração dos controladores exige "+tmpTotal+" minutos todos os meses."; result01 += "Isso significa um gasto de R$"+custoAno+" por ano somente com configuração dos aparelhos."; $('#calcFastKey01').html(result01); var result02 = "Usando a FastKey a configuração dos controladores levaria apenas "+tmpTotalFastKey+" minutos por mês."; result02 += "Ou seja, custaria apenas R$"+custoAnoFastKey+" por ano utilizando a FastKey."; result02 += "Economia de R$"+economia+" por ano."; $('#calcFastKey02').html(result02); $('#calcFastKeyResultBox').removeClass('d-none'); } function onlyNumbers(x){ var input = x; var valor = x.value; valor = x.value.replace(/\D+/g, ''); input.value = valor; } function formataDinheiro(n){ var input = n; var valor = n.value.replace(/\D+/g, ''); valor = valor.replace(/\B(?=(\d{3})+(?!\d))/g, "."); input.value = "R$"+ valor; } Como funciona a FastKey? Agora que você já viu como a FastKey pode gerar economia e facilitar seu processo de produção, é hora de ver como funciona. O passo a passo abaixo descreve como é o funcionamento básico da chave de programação. Conecte a FastKey no controlador configurado O primeiro passo é conectar a chave de programação no controlador que já possui a configuração correta. Esta etapa é bastante simples, já que o controlador de temperatura não precisa estar energizado. Basta ligar a chave de programação ao controlador com a cabo USB que acompanha o produto. Copie os parâmetros do controlador para a FastKey Ligue a chave de programação e acesse a tela "Ler". Você pode selecionar umas das 9 memórias da FastKey para gravar a as configurações do controlador. A mensagem "Leitura concluída com sucesso" será exibida quando a configuração estiver salva na memória selecionada. Replique a configuração para os demais controladores Agora que a FastKey já possui a configuração que deve ser replicada, basta conectá-la ao controlador que deve ser configurado e selecionar entre as 9 memórias salvas. A mensagem "Gravado com sucesso" será exibida quando o processo terminar. Pronto! Neste momento o controlador já estará configurado de acordo com as configurações salvas na FastKey. Gravação automática em poucos segundos Após a gravação do primeiro controlador, a FastKey irá questionar se você deseja entrar em modo de gravação automática. Se você optar por "Sim", as próximas gravações ficam ainda mais rápidas. É necessário apenas conectar o controlador à chave de programação. A mesma configuração será salva automaticamente em poucos segundos e então basta desconectar o controlador e conectar o próximo. Que tal economizar dinheiro com a FastKey? Se você deseja economizar dinheiro agilizando a configuração dos seus controladores de temperatura, a FastKey pode ajudar. Entre em contato com a Ageon para saber mais detalhes sobre este recurso.

Termostato digital: O que é e como funciona?

16/10/2019 - Controladores de Temperatura, Dicas Ageon
O processo de medição e controle de temperatura vem se modernizando nos últimos anos. Os termostatos digitais ganham cada vez mais espaço nas aplicações industriais e residenciais. Além de funções básicas de medição e controle térmico, os aparelhos atuais possuem diversos outros recursos de automação. Mas você sabe exatamente o o que é um termostato digital e como funciona? O que é e para que serve um termostato digital? Um termostato digital é um dispositivo eletrônico utilizado para medir e controlar a temperatura de um determinado sistema, mantendo-a constante mesmo com a variação externa. Em outras palavras, os termostatos digitais servem para manter a temperatura de um equipamento, produto ou ambiente em uma temperatura definida, independente da temperatura exterior. De modo geral, são utilizados termostatos digitais para diversas aplicações nas quais o controle térmico é necessário. O armazenamento de alimentos e vacinas, por exemplo, exige temperaturas adequadas para evitar prejuízos à integridade dos produtos. Centros de processamento de dados (CPDs) são outro exemplo de local em que o controle térmico é essencial para manter os equipamentos funcionando corretamente. Como funcionam os termostatos digitais? O controle de temperatura realizado pelos termostatos digitais se inicia pelo sensor (ou sonda, como também é conhecido). O sensor de temperatura é um dispositivo que varia sua resistência elétrica (valor ôhmico) de acordo com a temperatura a qual está submetido. Dessa forma, é possível que um circuito meça essa resistência e a converta em temperatura. Com a informação da temperatura medida pelo sensor, a lógica de funcionamento do termostato digital permite controlar a temperatura do equipamento, produto ou ambiente. O controle de temperatura realizado pelos termostatos digitais ocorre principalmente com base no acionamento/desligamento (comutação) de relés. Um relé é um interruptor eletromecânico que, em um termostato, geralmente é ligado a um dispositivo de aquecimento ou de refrigeração. Através da temperatura identificada pelo sensor, o software do termostato calcula a melhor forma de estabilizar a temperatura em um valor específico, acionando ou desacionando o relé. Apesar de menos comuns, também existem termostatos digitais que utilizam saídas TRIAC aliadas ao controle PID. Estes modelos geralmente são utilizados para aquecimento e proporcionam mais estabilidade térmica. Termostato digital x Termostato mecânico O funcionamento básico de um termostato digital é muito similar ao de um termostato mecânico. Ambos são utilizados para acionar um sistema de aquecimento ou refrigeração de acordo com a variação de temperatura ambiente, mantendo a temperatura interna em um valor definido. Acontece que, enquanto os termostatos mecânicos possuem uma estrutura muito mais simples, os termostatos digitais possuem um microcontrolador interno. Isso torna estes últimos muito mais inteligentes e permitem que os termostatos digitais possuam um gama de funções adicionais além do controle de temperatura. Em sistemas de refrigeração, por exemplo, os termostatos digitais atuais podem controlar todo o ciclo de degelo, acionando não apenas o compressor, mas também os ventiladores e o degelo de forma automática. Existem termostatos digitais com diversas outras funções adicionais, das quais se destacam principalmente: Monitor de tensão para proteção do equipamento;Funções de temporização para gerenciamento de degelo, acionamento de motores, e outras automações;Controle diferencial principalmente para sistemas de aquecimento solar;Monitoramento online para gerar relatórios, configurar alarmes e evitar a perda de mercadoria, por exemplo. Toda esta automação torna o sistema muito mais eficiente, já que funciona de modo integrado utilizando o termostato como base. Para conseguir a mesma eficiência com termostatos mecânicos, são necessários diversos dispositivos adicionais, aumentando a necessidade de mão de obra e tornando o processo mais caro o suscetível a falhas. Termostatos Ageon A Ageon desenvolve termostatos digitais há quase 20 anos para diversas aplicações. São diferentes linhas de produtos para as mais diversas necessidades. Entre os destaques estão: Linha Black - Termostatos digitais para aquecimento e refrigeração. Suas principais características são a facilidade de instalação, configuração e utilização, além das diversas aplicações nas quais podem ser utilizados.Série H - Termostatos digitais com formato exclusivo e três opções de fixação (superfície plana, trilho DIN e furo Ø60mm). Destacam-se principalmente os modelos para resfriadores de leite e aquecimento solar.AutomaSol - Controladores diferenciais de temperatura, ou seja, termostatos digitais que atuam com base na diferença entre duas temperaturas. São indicados para sistemas de aquecimento solar residenciais e de piscinas.SmartSet Max - Muito mais do que um termostato digital, os quadros de comando SmartSet Max são utilizados para realizar o controle total da câmara frigorífica. Contam com modelos completos, com todos os dispositivos auxiliares necessários, como contatores e disjuntores, por exemplo.ArcSys Cloud - Sistema de monitoramento de temperatura na nuvem. Com o ArcSys Cloud é possível supervisionar seus termostatos pelo celular ou computador, configurar alarmes e ainda gerar relatórios.

Aterramento do inversor de frequência do climatizador

09/10/2019 - Climatizadores, Inversores de Frequência
Já falamos aqui no blog sobre o aterramento de inversores de frequência. Apesar de o aterramento ter como função principal a proteção contra choques elétricos, ele também protege a integridade dos equipamentos. Neste post vamos falar sobre como aterrar corretamente o inversor de frequência IRX Pro em climatizadores. Por que aterrar o inversor do climatizador? Em primeiro lugar pela segurança. Um dispositivo aterrado possui menos risco de choque elétrico, além de facilitar o funcionamento de dispositivos de proteção (como fusíveis e disjuntores) quando há aumento de corrente. Outra vantagem é a melhor dissipação da corrente vinda do motor. Como muitos climatizadores possuem estrutura metálica, o aterramento se torna ainda mais importante para a segurança dos usuários. Como realizar o aterramento do inversor IRX Pro no climatizador? A Ageon recomenda aterrar o inversor de frequência e o motor elétrico de forma separada. Dessa forma, evita-se que a corrente de fuga de um equipamento interfira no funcionamento do outro. Apesar desta recomendação, não é necessário que cada equipamento tenha um aterramento próprio. Basta que os equipamentos sejam interligados no barramento de terra do painel de distribuição. Nos inversores IRX Pro o aterramento é realizado através de um terminal Faston, da mesma forma que as demais ligações elétricas. De acordo com a figura abaixo podemos ver que tanto o cabo do aterramento do motor quando do inversor são ligados diretamente ao barramento de terra. O cabo de aterramento do motor não é ligado diretamente no inversor. Não é recomendado ligar o terra do inversor ao motor. Cada equipamento deve ter contato com o aterramento individualmente. Caso o terra do motor esteja ligado ao terra do inversor e não haja conexão com o aterramento do local, todo o ruído gerado pelo motor irá para o inversor, prejudicando seu funcionamento. Sobre os inversores de frequência IRX Pro Os inversores de frequência IRX Pro foram desenvolvidos especialmente para climatizadores evaporativos. Por isso, possuem funções específicas para esta aplicação, controle remoto e IHM de sobrepor que permitem controlar totalmente o climatizador. Permitem o acionamento de motores trifásicos de até 3CV, controle da bomba e secagem do painel. Recentemente os inversores IRX Pro ganharam novas funções, como a chave de programação e o modo automático, que permite controlar o ventilador e a bomba de acordo com a temperatura.

Teclas adicionais do termostato A103 PID para chocadeiras

02/10/2019 - Chocadeiras, Controladores de Temperatura
Os termostatos A103 PID são a novidade da Ageon para chocadeiras automáticas. Este modelo traz novos recursos e o design exclusivo da Linha Black. Neste post vamos falar sobre um recurso que proporciona economia para os fabricantes e ao mesmo tempo facilidade para os usuários: as teclas adicionais. Quais são as teclas adicionais do A103 PID? Todos os termostatos da Linha Black possuem 6 teclas. Além das teclas comuns aos principais termostatos do mercado (cima, baixo, set e power), existem ainda as teclas A e B. Estas duas teclas são configuráveis, ou seja, é possível selecionar quais as funções acionadas por cada uma dessas teclas. Abaixo listamos quais são as funções disponíveis tanto para a tecla A quanto para a tecla B nos termostatos A103 PID. Tecla A - Viragem automática dos ovos O funcionamento da tecla A está diretamente relacionado à viragem automática dos ovos na chocadeira. O parâmetro FA (função da tecla A) possui três opções de configuração. Ao pressionar a tecla A por 4 segundos, o termostato irá de funcionar de acordo com a seguinte lista: FA = Off - Desativa a tecla A.FA = 1 - Força a viragem.FA = 2 - Ativa/Desativa o motor de viragem. Conforme citado acima, podemos perceber que são duas as opções de funcionamento da tecla A. Enquanto FA=1 serve para forçar a viragem dos ovos em um determinado momento, FA=2 serve para habilitar ou desabilitar os ciclos de viragem. Esta última opção é utilizada principalmente nos últimos dias da chocagem, quando os pintinhos já estão desenvolvidos e a viragem não é mais necessária. Mesmo que FA=2, é possível forçar a viragem dos ovos utilizando a tecla A. Para isso, desative o motor de viragem e ative novamente em seguida. Quando o motor é ativado, o controlador força um ciclo de viragem para demonstrar que o a viragem está em funcionamento. Entre as vantagens de utilizar as funções de viragem na tecla A está a redução do custo de fabricação da chocadeira. Como isso é possível? Simples. Muitas chocadeiras possuem botões específicos para ativar ou desativar a viragem nos últimos dias da chocagem. Acontece que isso gera custos para o fabricante, pois é necessário adquirir botão e cabos, além do tempo de instalação deste dispositivo. Assim, ao utilizar a tecla A do termostato para realizar esta funções, o fabricante não precisará adquirir outros equipamentos para isso, economizando tanto dinheiro quanto tempo de instalação. Tecla B - Calibração do sensor de temperatura A temperatura exibida pelo termostato está diferente da temperatura medida por um termômetro aferido? Isso é normal. Para corrigir esta diferença os termostatos costumam possuir uma função de calibração. Nos termostatos A103 PID esta configuração ficou ainda mais fácil. Isso porque basta pressionar a tecla B por 4 segundos para entrar no parâmetro de calibração. Então, com a tecla B pressionada, é possível utilizar as teclas cima e baixo para ajustar o valor de calibração. Este recurso é útil principalmente para fabricantes, pois facilita a configuração da chocadeira na linha de produção. Para habilitar esta função é necessário configurar o parâmetro FB = 1 (função da tecla B). Caso FB = Off, a função estará desabilitada. Mais sobre os termostatos A103 PID Os termostatos A103 PID são a solução mais indicada para controle de temperatura em chocadeiras. Além do controle PID de temperatura, que proporciona mais precisão e estabilidade térmica, possuem uma segunda saída com funções de temporização para acionar o motor de viragem. Sua instalação é facilitada pelas duas formas de fixação (presilhas ou parafusos) e pelas duas formas de ligação elétrica (bornes ou terminais faston). Conheça todas as novidades dos controladores A103 PID acessando a página do produto em nosso site.

O inversor não chega na frequência desejada. E agora?

25/09/2019 - Como Configurar, Inversores de Frequência
Você instala o inversor de frequência corretamente, seguindo todas as instruções do manual. No entanto, quando aciona o equipamento, por mais que você tente chegar na frequência desejada o inversor nunca a atinge. E agora, o que fazer? Este problema pode ter causas distintas. Para resolvê-lo, listamos algumas possíveis soluções que vão desde a configuração do inversor até problemas no motor. O que estou vendo no display? O primeiro passo é se certificar de que a informação apresentada no display é a frequência de saída. Alguns inversores de frequência possuem diferentes opções de visualização no display. Além da frequência de saída, ou seja, a frequência enviada ao motor, outra opção é visualizar a porcentagem, considerando 0% a frequência mínima e 100% para a frequência máxima. Existem ainda inversores com a opção de customizar a informação exibida no display através de um fator de multiplicação, convertendo a frequência em uma outra unidade de medida adequada à aplicação (como rpm, l/s, m/s, entre outros). Caso seu inversor não atinja a frequência desejada, certifique-se de configurar o inversor para a visualização da frequência de saída em hertz. Dessa forma você pode verificar se o display do aparelho apresenta o valor de frequência que você pretende atingir. Nos inversores de frequência IRX Pro esta configuração está disponível no parâmetro P28. Já nos inversores XF Standard e YF Standard é preciso mantes P26=1 e P27=1 para visualizar a frequência de saída no display. Ajuste de Frequência Máxima Se você já verificou que está visualizando a frequência de saída no display e mesmo assim o inversor não chega no valor desejado, é possível que o problema seja a configuração da frequência máxima. Os inversores possuem um parâmetro que limita a frequência máxima aceita pelo aparelho. Quando o inversor atinge este valor, por mais que haja um comando para elevar a frequência, a mesma não irá se alterar. Nos inversores de frequência Ageon, verifique se o valor do parâmetro P24 está abaixo da frequência que você deseja. Neste caso, altere o valor de P24, se atentando para as implicações desta alteração no seu equipamento. Função Controle de Corrente (somente YF Standard) Você já verificou a visualização da frequência de saída e também o parâmetro de frequência máxima, mas continua não chegando na frequência desejada? É possível que o problema esteja relacionado à corrente exigida pelo motor. Os inversores YF Standard possuem um parâmetro de controle de corrente que impede o aumento da frequência de saída quando uma corrente muito alta é identificada. Este parâmetro se diferencia da corrente de sobrecarga, visto que o primeiro apenas reduz a frequência de saída, enquanto o segundo exibe um erro e desliga o motor a fim de evitar danos. Os inversores de frequência IRX Pro e XF Standard não possuem este parâmetro. O controle de corrente é configurado no parâmetro P52. Verifique se o valor ajustado está de acordo com sua aplicação. Caso o parâmetro esteja configurado adequadamente, verifique se o motor está em perfeitas condições. Motores danificados costumam apresentar alterações de corrente, que são identificados pelo inversor e ativam suas proteções. O valor do controle de corrente (P52) sempre deve ser menor que o valor da corrente de sobrecarga. Nos inversores Ageon a corrente de sobrecarga é configurada no parâmetro P51.Recomendamos contratar um profissional qualificado para parametrizar seu inversor de frequência. Meu problema não foi resolvido. E agora? Em primeiro lugar, verifique se você possui um inversor de frequência Ageon. Se a resposta for sim, basta entrar em contato com nosso suporte técnico para receber o auxílio de nossa equipe. Ajudaremos a identificar e resolver o seu problema. Caso seu inversor não seja Ageon, esta é a hora de nos conhecer. Possuímos inversores de frequência para motores de até 5CV e modelos específicos para os mercados de climatização ou esteiras ergométricas, por exemplo. Também possuímos modelos para automação com formato compacto ou com IHM destacável e potenciômetro incorporado.