Posts com a tag "Resolução de Problemas"

A importância e os cuidados relacionados à Compatibilidade Eletromagnética

30/01/2019 - Controladores de Temperatura, Dicas Ageon, Inversores de Frequência
O estudo sobre Compatibilidade Eletromagnética (EMC) aborda soluções para problemas relacionados a mau funcionamento de sistemas devido a ruídos. Neste post iremos fazer uma breve explicação sobre este tema e os cuidados que os montadores e instaladores que utilizam nossos produtos devem tomar para que todos os elementos sistema funcionem como deveriam, seja na parte de controladores de temperatura ou inversores de frequência. Primeiramente, para entendermos porquê devemos nos preocupar com campos magnéticos num sistema elétrico/eletrônico, precisamos entender de onde vem esse campo magnético. No final do século XIX o físico e químico Christian Orsted descobriu que um condutor elétrico (fio/cabo) gera campo magnético ao seu redor. Por sua vez, este campo magnético quando variado também gera corrente elétrica quando encontra outro condutor. Ou seja, qualquer elemento condutor de corrente está propenso a gerar e receber campo magnético no meio que está atuando. A imagem abaixo mostra este fenômeno físico: Um exemplo do cotidiano para entendermos o comportamento de campos magnéticos pelo ar é o princípio de funcionamento do rádio. O aparelho de rádio convencional basicamente capta o sinal do ar (que é um campo magnético) e converte em corrente elétrica audível. Este sinal, por sua vez, é um campo magnético gerado de uma grande fonte de energia proveniente da emissora. Nem todo sistema elétrico/eletrônico funciona com o intuito de receber ou enviar sinal pelo ar, mas mesmo assim irá gerar e receber campos magnéticos devido ao fenômeno físico citado anteriormente. É aí que surge a necessidade do estudo sobre problemas relacionados à compatibilidade eletromagnética. Caso não sejam prevenidos, os problema de EMC poderão afetar negativamente no funcionamento do sistema. A compatibilidade eletromagnética é um conceito associado a dois ou mais sistemas serem eletromagneticamente compatíveis ou não. Dentro desse conceito destacam-se duas análises: o quanto o sistema emite ruído e o quanto o sistema é susceptível à ruídos. Esses ruídos podem se propagar pela própria conexão elétrica (ruído conduzido) ou pelo ar (ruído irradiado). O ruído conduzido pode surgir de diversos fatores como chaveamentos em alta frequência, motores, elementos de alta potência, etc. O grau do ruído também pode variar pela quantidade de elementos que constituem o sistema. Há diversas análises e estudos que podem ser efetuados para resolver/prevenir problemas envolvendo compatibilidade eletromagnética, por exemplo montagem do motor, enrolamento de cabos e fios (como por exemplo par trançado), modos de aterramento, modos de roteamento de placas eletrônicas, blindagem, filtros e etc). Ou seja, há muitos cuidados a serem tomados para que o sistema não sofra problemas com interferências internas ou externas. Individualmente, os elementos das aplicações envolvendo produtos da Ageon, são fabricados/montados usando técnicas específicas para evitar problemas de EMC. Compatibilidade Eletromagnética em controladores de temperatura e inversores de frequência Se tratando de controladores de temperatura e inversores de frequência, há alguns cuidados que devem ser tomados na hora de instalar os produtos para que os ruídos da parte de potência do sistema (motor, resistência elétrica, rede elétrica e etc) não interfira no funcionamento dos elementos de comunicação e baixa potência (sensores/sondas, interface homem-máquina (IHM), ArcSys, cabos de rede e etc) e vice-versa. Ou seja, na hora da instalação e manuseio do produto, poderão haver problemas de EMC caso o sistema seja instalado sem alguns cuidados básicos específicos. Estes cuidados são os seguintes: Deve-se separar fisicamente os cabos de alta potência (motores, resistência elétrica, alimentação e etc) dos cabos/fios de comunicação (sensores, cabos de rede e cabos da IHM);Não deixar os elementos muito próximos um ao outro, por exemplo, respeitar uma certa distância entre o motor e o inversor e etc;Se tratando da precisão de temperatura, não é recomendado que o sensor fique próximo de alguma fonte de ruído como uma resistência elétrica, uma bomba d’água, motor, ventoinha e etc;Aterramento adequado e respeitando a norma NBR 5410. Os cuidados citados anteriormente sobre os fios e cabos valem para qualquer cenário de instalação, seja ele através de canaletas, fixados na parede/chão, pela tubulação e etc. E vale tanto para inversores de frequência quanto para controladores de temperatura. Entre os diversos problemas gerados por incompatibilidade eletromagnética, os que mais se destacam são: erros na leitura, imprecisão (controlador indicando uma temperatura consideravelmente errada), falha total na comunicação (por exemplo problema de comunicação entre IHM e inversor) e etc. Porém, problemas de EMC podem ocorrer de forma aleatória (sem padrão de comportamento) e muitas vezes não duram muito tempo. Quando há um descuido consideravelmente grande, poderá ocasionar uma falha que irá persistir até que o problema seja solucionado. Salientamos que os problemas de EMC existem, mas o seu grau depende de diversos fatores e, na maioria das vezes, não irão afetar no funcionamento do sistema. Os cuidados ao produto final instalado são poucos e se forem respeitados não irão causar nenhum problema. Caso você tenha alguma dúvida entre em contato com a Ageon, estamos sempre disponíveis para ajudar você a solucionar problemas relacionados a instalação do seu produto.

Tudo sobre os inversores de frequência XF Standard

09/01/2019 - Como Configurar, Inversores de Frequência, Vídeos
Os inversores de frequência XF Standard foram desenvolvidos pela Ageon para controlar a velocidade de motores trifásicos. Elem podem ser utilizados em motores de até 2CV e se destacam principalmente pela sua facilidade de instalação e programação. Nesse post apresentamos vídeos das principais dúvidas relacionadas aos inversores XF Standard. Aqui você verá desde a ligação elétrica do aparelho até a resolução de erros na sua aplicação. Como instalar o inversor de frequência XF Standard?Ajustando as rampas de aceleração e desaceleraçãoConfigurando a função do relé auxiliarCorrigindo o erro E03Corrigindo o erro E09Corrigindo o erro Sub A Ageon recomenda que a instalação do produto seja realizada por um profissional qualificado e de acordo com as normas técnicas vigentes. Como instalar o inversor de frequência XF Standard? Primeiramente vamos demonstrar no vídeo abaixo como ligar seu inversor de frequência XF Standard à rede elétrica e também ao motor. Principais ajustes do inversor XF Standard Geralmente os inversores de frequência possuem uma lista numerosa de parâmetros para ajustes. No entanto, os inversores XF Standard possuem uma quantidade reduzida de parâmetros, simplificando sua configuração e otimizando o tempo dos técnicos e instaladores. Nos vídeos abaixo você verá como configurar dois dos principais recursos dos inversores XF Standard. Ajustando as rampas de aceleração e desaceleração As rampas de aceleração e desaceleração já foram tema de posts aqui no Blog Ageon. Esses recursos servem para evitar acionamentos bruscos do motor, por exemplo. Dessa forma a vida útil do equipamento tende a aumentar. Além disso, a utilização de rampas ainda traz outros benefícios, como maior segurança para os usuários da máquina e diminuição do pico de corrente no acionamento do motor. Configurando a função do relé auxiliar Os inversores da linha XF Standard possuem uma saída a relé que pode ser utilizada em diversos processos de automação. Esta saída auxiliar pode ser acionada sempre que o motor estiver acionado, por exemplo, ou sempre que a frequência de saída do inversor ultrapassar um determinado valor. No vídeo a seguir você pode ver todos os diferentes modos de funcionamento da saída auxiliar e como configurar seu inversor em cada uma delas. Solucionando erros no inversor de frequência Durante a instalação e utilização de um inversor de frequência podem ocorrer alguns erros. Essas falhas podem ter as mais variadas causas, como problemas na rede elétrica ou defeito no motor, por exemplo. Os inversores de frequência XF Standard possuem códigos que auxiliam na identificação destes erros, facilitando o diagnóstico e resolução do problema. Nos vídeos abaixo listamos as causas e soluções dos principais erros relacionados à utilização dos inversores de frequência. Corrigindo o erro E03 Corrigindo o erro E09 Corrigindo o erro Sub O que você achou deste post? Deixe seu comentário abaixo.

Modo Econômico do controlador K116 BigDisplay em Expositor de Bebidas

17/10/2018 - Como Configurar, Controladores de Temperatura, Refrigeração
Lançamos recentemente o controlador K116 BigDisplay com diversas novidades para expositores de bebidas. Entre as vantagens desse modelo se destaca um recurso muito interessante: o Modo Econômico. Neste post você vai descobrir o que é este recurso e como utilizá-lo.   O que é o Modo Econômico do controlador K116 BigDisplay? Para reduzir o consumo de energia elétrica, os controladores K116 BigDisplay possuem a função Modo Econômico. Esta função permite elevar automaticamente a temperatura de setpoint do expositor. Além disso, a iluminação também é desligada. Tudo isso é configurável e é indicado principalmente para os momentos em que o expositor de bebida é pouco utilizado, como no período da noite, por exemplo. Este recurso é ainda mais interessante quando utilizado com o sensor de porta aberta.   Entendendo o Modo Econômico Para entender o Modo Econômico, primeiramente é preciso entender que o controlador K116 BigDisplay permite a configuração de até 4 receitas. Ou seja, é possível configurar 4 setpoints diferentes e alternar entre eles facilmente. Cada uma dessas receitas possui também um setpoint de modo econômico. Por padrão de fábrica o Modo Econômico é 2°C acima do setpoint, porém esse valor pode ser ajustado em cada uma das receitas. Código Parâmetro Valor de Fábrica t1 Setpoint receita 1 -6.0ºC t2 Setpoint receita 2 -4.0ºC t3 Setpoint receita 3 -2.0ºC t4 Setpoint receita 4 0.0ºC t5 Setpoint Modo Econômico receita 1 -4.0ºC t6 Setpoint Modo Econômico receita 2 -2.0ºC t7 Setpoint Modo Econômico receita 3 0.0ºC t8 Setpoint Modo Econômico receita 4 2.0ºC   Acionamento manual do Modo Econômico O modo econômico dos controladores K116 BigDisplay pode ser ativado de duas formas. A primeira delas é a ativação manual, ou seja, quando o próprio usuário define o momento em que deseja que o aparelho entre em modo econômico. Para isso, desbloqueie o aparelho e mantenha a tecla AUX pressionada até que o ícone de Modo Econômico se acenda.   Acionamento automático do Modo Econômico O Modo Econômico também pode ser ativado automaticamente, quando utilizado em conjunto com o sensor de porta. Assim, quando a porta do expositor de bebidas fica fechada por um tempo determinado, o Modo Econômico é ativado. Esse período de tempo pode ser ajustado através do parâmetro P4. Quando a porta for aberta novamente, o controlador desativa o modo econômico. Este modo ficará desativado até que se passe o tempo definido em P4. Além do ajuste da temperatura, também é possível configurar o desligamento da iluminação depois de determinado tempo de porta fechada. Esse ajuste pode ser realizado através do parâmetro P6.   Quando utilizar o Modo Econômico? Este recurso é indicado em várias situações, como por exemplo os períodos em que o estabelecimento possui baixo volume de clientes ou está fechado. Nesses casos a geladeira ou expositor permanecerá fechado, portanto a temperatura em seu interior oscilará menos. Dessa forma, um setpoint mais alto irá reduzir o tempo de funcionamento do compressor e, por consequência, o consumo de energia. *** O que achou deste post? Deixe seu comentário abaixo.

Parâmetros de visualização dos Inversores de Frequência Ageon

12/09/2018 - Como Configurar, Inversores de Frequência
Os inversores de frequência Ageon se destacam pela facilidade de configuração. Diferente de outros modelos de inversores, os modelos da Ageon possuem um número reduzido de parâmetros, diminuindo o tempo necessário para ajuste. Além disso, alguns dos parâmetros presentes nesses aparelhos são apenas para visualização. Mas você sabia que é possível visualizar algumas informações do inversor através de parâmetros?   Para que servem os parâmetros de visualização? Esses parâmetros são utilizados principalmente para monitoramento ou diagnóstico de problemas no inversor de frequência. Através deste recurso é possível visualizar diversas informações, como a corrente de saída, por exemplo. Na maior parte das vezes a visualização destes parâmetros é feita para verificar se o inversor está funcionando conforme esperado. No entanto também é possível utilizar este recurso para auxiliar na correção de erros nos inversores.  Abaixo listamos os principais parâmetros de visualização dos inversores de frequência Ageon. Parâmetros de Visualização Código Informação Visualizada P01 Frequência de saída (motor) P02 Tensão circuito intermediário (link CC) P03 Corrente de saída (motor) P04 Tensão de saída (motor) P05 Temperatura nos IGBT´s P06 Último erro ocorrido/Últimos erros ocorridos (conforme modelo)   Tensão circuito intermediário (link CC) A tensão no circuito intermediário do inversor pode variar de acordo com a utilização. Em alguns casos é possível que o inversor apresente erro E02 ou erro E03. A principal causa para este erro é a tensão de alimentação do inversor acima ou abaixo do especificado. Além disso, também é possível que o erro E02 ocorra quando o inversor aciona uma carga com inércia elevada e passa por uma desaceleração muito rápida. Para visualizar a tensão no circuito intermediário do inversor, basta acessar o parâmetro P02. Você poderá visualizar este parâmetro a qualquer momento ou sempre que o inversor apresentar algum erro.   Corrente de saída (motor) A corrente de saída do inversor pode se alterar em algumas situações. A mais comum delas é quando o motor apresenta algum problema no enrolamento, por exemplo. Nesses casos haverá um aumento da corrente de saída e, dessa forma, o inversor detectará este aumento e apresentará erro E06 ou erro E09. Para visualizar a corrente de saída do inversor para o motor, acesse o parâmetro P03. Verifique este parâmetro sempre que o inversor apresentar um dos erros acima ou quando o motor estiver apresentando sinais de defeito.   Último erro ocorrido Este parâmetro é muito útil para o diagnóstico de problemas no inversor de frequência. Através dele é possível visualizar o último erro ocorrido no aparelho e, assim, corrigir o problema. Para isso, acesse o parâmetro P06. Ao identificar o último erro ocorrido no inversor de frequência, você precisará saber o significado dos códigos e as possíveis causas. Assim, será possível detectar a origem do problema para posteriormente corrigi-lo. *** Este post lhe foi útil? Deixe seu comentário abaixo.

Diagnóstico de erros nos Inversores de Frequência Ageon

20/06/2018 - Ageon, Dicas Ageon, Inversores de Frequência
A configuração de inversores de frequência requer um certo nível de conhecimento técnico. Independente da marca e do modelo, é preciso estar familiarizado com o funcionamento de inversores, de motores e até mesmo da máquina onde estes equipamentos estão instalados. Por isso, em algumas situações podem ocorrer falhas, seja resultado de configuração incorreta, flutuações na rede, entre outras causas. Neste post vamos falar sobre os códigos exibidos no display dos inversores de frequência Ageon caso um erro seja identificado pelo aparelho.   Por que os inversores de frequência identificam erros? Conforme citamos anteriormente, o inversor indica em seu display quando um erro é identificado. Esses aparelhos possuem esse recurso porque uma de suas funções, além do controle de velocidade, é a proteção do motor. Dessa forma, o inversor de frequência desativa o motor caso alguma falha seja detectada e informa ao usuário um código. Através deste código é possível identificar a provável causa do erro e, assim, tomar uma ação corretiva.   Principais códigos dos inversores de frequência Ageon Listamos abaixo os principais códigos de erro dos inversores de frequência Ageon, suas principais causas e também as formas mais comuns de corrigir o problema. E02 - Sobretensão no circuito intermediário E03 - Subtensão no circuito intermediário E04 - Sobretemperatura E05 - Sobrecarga na função corrente x tempo E06 ou E09 - Sobrecorrente por hardware E07, E10 ou E11 - Falha de comunicação   E02 - Sobretensão no circuito intermediário Se o display do inversor apresentar "E02" significa que a tensão no circuito intermediário está acima de 410V. Isso pode ocorrer por dois motivos principais. O primeiro deles é a tensão de alimentação do inversor acima do especificado. O segundo motivo mais comum é quando o inversor aciona uma carga com inércia elevada e passa por uma desaceleração muito rápida. Como resolver? Em primeiro lugar recomenda-se verificar a tensão do circuito intermediário e a tensão da rede. A tensão do circuito intermediário pode ser visualizada através do parâmetro "P02", e deve estar entre 180V e 410V. Já a tensão da rede pode ser identificada com um multímetro. Verifique se a tensão de alimentação do inversor está de acordo com a especificação do produto (vide manual). Caso a tensão esteja normal, provavelmente trata-se de um problema relacionado à rampa de desaceleração. Dessa forma é recomendado aumentar o tempo da rampa de desaceleração.   E03 - Subtensão no circuito intermediário Caso o display do inversor apresente "E03" significa que a tensão no circuito intermediário está abaixo de 180V. Normalmente isso ocorre quando a tensão de alimentação do inversor está abaixo do especificado. Como resolver? Verifique a tensão do circuito intermediário através do parâmetro "P02", lembrando que seu valor deve estar entre 180V e 410V. Verifique a tensão de alimentação e os cabos que ligam o inversor de frequência à rede elétrica. Com um multímetro, confira se a tensão da rede está de acordo com a especificação citada no manual do produto.   E04 - Sobretemperatura "E04" é exibido no display quando a temperatura no módulo IGBT do inversor está muito elevada. Isso pode ocorrer quando a temperatura ambiente se encontra acima da especificação do produto ou também quando o inversor estiver trabalhando em sobrecarga. Ainda é possível que a sobretemperatura esteja relacionada à frequência de chaveamento configurada para o inversor. A temperatura do módulo IGBT se eleva conforme uma frequência de chaveamento mais alta é configurada. Como resolver? Em primeiro lugar verifique a temperatura do módulo IGBT através do parâmetro "P05". Caso a temperatura esteja elevada, certifique-se de que o inversor está instalado em local com temperatura e ventilação adequadas. Também é importante verificar se a carga acionada pelo inversor não ultrapassa a corrente nominal especificada. Em último caso o problema pode estar relacionado à frequência de chaveamento. Verifique a possibilidade de configurar um valor mais baixo. No entanto é importante se atentar que, quanto menor a frequência de chaveamento, maior será o ruído emitido pelo motor.   E05 - Sobrecarga na função corrente x tempo O código "E05" é apresentado nos inversores de frequência Ageon quando é identificada uma sobrecorrente após o acionamento do motor. Geralmente este erro ocorre porque o inversor está acionando uma carga muito alta. Outra causa possível é o ajuste do parâmetro "Corrente de sobrecarga do motor" com um valor muito baixo. Como resolver? Para resolver esse problema recomenda-se aumentar o tempo da rampa de aceleração do motor. Caso esta ação não resolva, o recomendado é estudar a aplicação e o funcionamento do motor, e verificar se é possível elevar o valor do parâmetro "Corrente de sobrecarga do motor" sem comprometer o funcionamento do equipamento.   E06 ou E09 - Sobrecorrente por hardware É exibido o código "E06" ou o código "E09" quando o inversor detecta uma corrente acima do permitido ou quando a corrente de saída ultrapassa o limite seguro para o seu funcionamento. Outra causa possível para esse problema é um curto-circuito entre duas fases ou no enrolamento do motor. Existe ainda a possibilidade de ocorrer esse erro caso o inversor acione uma carga com inércia muito elevada. Como resolver? Se o erro ocorrer devido a uma carga com inércia elevada, basta aumentar o tempo da rampa de aceleração. Caso este procedimento não resolva, desconecte o motor do inversor e teste o equipamento. Se o inversor não apresentar o erro, provavelmente o problema se encontra no motor.   E07, E10 ou E11 - Falha de comunicação O inversor de frequência apresentará "E07", "E10" ou "E11" caso uma falha na comunicação entre o inversor e a IHM ocorrer. Como resolver? Verifique a conexão e os cabos de comunicação entre o inversor e a IHM. Se possível, utilize outro cabo para teste. É importante que os cabos de comunicação não fiquem próximos aos cabos de potência, pois pode haver interferência decorrente de ruído. Também é importante se atentar ao comprimento máximo permitido para o cabo de comunicação.   A Ageon recomenda que a instalação e configuração dos seus produtos seja realizada por um profissional qualificado. Em caso de dúvidas, entre em contato com nosso suporte técnico pelo telefone (48) 3028-8878. *** Este post foi útil? Deixe seu comentário abaixo.