Posts com a tag "Inversores de Frequência"

Diagnóstico de erros nos Inversores de Frequência Ageon

20/06/2018 - Ageon, Dicas Ageon, Inversores de Frequência
A configuração de inversores de frequência requer um certo nível de conhecimento técnico. Independente da marca e do modelo, é preciso estar familiarizado com o funcionamento de inversores, de motores e até mesmo da máquina onde estes equipamentos estão instalados. Por isso, em algumas situações podem ocorrer falhas, seja resultado de configuração incorreta, flutuações na rede, entre outras causas. Neste post vamos falar sobre os códigos exibidos no display dos inversores de frequência Ageon caso um erro seja identificado pelo aparelho.   Por que os inversores de frequência identificam erros? Conforme citamos anteriormente, o inversor indica em seu display quando um erro é identificado. Esses aparelhos possuem esse recurso porque uma de suas funções, além do controle de velocidade, é a proteção do motor. Dessa forma, o inversor de frequência desativa o motor caso alguma falha seja detectada e informa ao usuário um código. Através deste código é possível identificar a provável causa do erro e, assim, tomar uma ação corretiva.   Principais códigos dos inversores de frequência Ageon Listamos abaixo os principais códigos de erro dos inversores de frequência Ageon, suas principais causas e também as formas mais comuns de corrigir o problema. E02 - Sobretensão no circuito intermediário E03 - Subtensão no circuito intermediário E04 - Sobretemperatura E05 - Sobrecarga na função corrente x tempo E06 ou E09 - Sobrecorrente por hardware E07, E10 ou E11 - Falha de comunicação   E02 - Sobretensão no circuito intermediário Se o display do inversor apresentar "E02" significa que a tensão no circuito intermediário está acima de 410V. Isso pode ocorrer por dois motivos principais. O primeiro deles é a tensão de alimentação do inversor acima do especificado. O segundo motivo mais comum é quando o inversor aciona uma carga com inércia elevada e passa por uma desaceleração muito rápida. Como resolver? Em primeiro lugar recomenda-se verificar a tensão do circuito intermediário e a tensão da rede. A tensão do circuito intermediário pode ser visualizada através do parâmetro "P02", e deve estar entre 180V e 410V. Já a tensão da rede pode ser identificada com um multímetro. Verifique se a tensão de alimentação do inversor está de acordo com a especificação do produto (vide manual). Caso a tensão esteja normal, provavelmente trata-se de um problema relacionado à rampa de desaceleração. Dessa forma é recomendado aumentar o tempo da rampa de desaceleração.   E03 - Subtensão no circuito intermediário Caso o display do inversor apresente "E03" significa que a tensão no circuito intermediário está abaixo de 180V. Normalmente isso ocorre quando a tensão de alimentação do inversor está abaixo do especificado. Como resolver? Verifique a tensão do circuito intermediário através do parâmetro "P02", lembrando que seu valor deve estar entre 180V e 410V. Verifique a tensão de alimentação e os cabos que ligam o inversor de frequência à rede elétrica. Com um multímetro, confira se a tensão da rede está de acordo com a especificação citada no manual do produto.   E04 - Sobretemperatura "E04" é exibido no display quando a temperatura no módulo IGBT do inversor está muito elevada. Isso pode ocorrer quando a temperatura ambiente se encontra acima da especificação do produto ou também quando o inversor estiver trabalhando em sobrecarga. Ainda é possível que a sobretemperatura esteja relacionada à frequência de chaveamento configurada para o inversor. A temperatura do módulo IGBT se eleva conforme uma frequência de chaveamento mais alta é configurada. Como resolver? Em primeiro lugar verifique a temperatura do módulo IGBT através do parâmetro "P05". Caso a temperatura esteja elevada, certifique-se de que o inversor está instalado em local com temperatura e ventilação adequadas. Também é importante verificar se a carga acionada pelo inversor não ultrapassa a corrente nominal especificada. Em último caso o problema pode estar relacionado à frequência de chaveamento. Verifique a possibilidade de configurar um valor mais baixo. No entanto é importante se atentar que, quanto menor a frequência de chaveamento, maior será o ruído emitido pelo motor.   E05 - Sobrecarga na função corrente x tempo O código "E05" é apresentado nos inversores de frequência Ageon quando é identificada uma sobrecorrente após o acionamento do motor. Geralmente este erro ocorre porque o inversor está acionando uma carga muito alta. Outra causa possível é o ajuste do parâmetro "Corrente de sobrecarga do motor" com um valor muito baixo. Como resolver? Para resolver esse problema recomenda-se aumentar o tempo da rampa de aceleração do motor. Caso esta ação não resolva, o recomendado é estudar a aplicação e o funcionamento do motor, e verificar se é possível elevar o valor do parâmetro "Corrente de sobrecarga do motor" sem comprometer o funcionamento do equipamento.   E06 ou E09 - Sobrecorrente por hardware É exibido o código "E06" ou o código "E09" quando o inversor detecta uma corrente acima do permitido ou quando a corrente de saída ultrapassa o limite seguro para o seu funcionamento. Outra causa possível para esse problema é um curto-circuito entre duas fases ou no enrolamento do motor. Existe ainda a possibilidade de ocorrer esse erro caso o inversor acione uma carga com inércia muito elevada. Como resolver? Se o erro ocorrer devido a uma carga com inércia elevada, basta aumentar o tempo da rampa de aceleração. Caso este procedimento não resolva, desconecte o motor do inversor e teste o equipamento. Se o inversor não apresentar o erro, provavelmente o problema se encontra no motor.   E07, E10 ou E11 - Falha de comunicação O inversor de frequência apresentará "E07", "E10" ou "E11" caso uma falha na comunicação entre o inversor e a IHM ocorrer. Como resolver? Verifique a conexão e os cabos de comunicação entre o inversor e a IHM. Se possível, utilize outro cabo para teste. É importante que os cabos de comunicação não fiquem próximos aos cabos de potência, pois pode haver interferência decorrente de ruído. Também é importante se atentar ao comprimento máximo permitido para o cabo de comunicação.   A Ageon recomenda que a instalação e configuração dos seus produtos seja realizada por um profissional qualificado. Em caso de dúvidas, entre em contato com nosso suporte técnico pelo telefone (48) 3028-8878. *** Este post foi útil? Deixe seu comentário abaixo.

Automação de máquinas com Inversor de Frequência

06/06/2018 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
A principal função de um inversor de frequência é controlar e variar a velocidade de um motor de indução trifásico. No entanto os inversores possuem recursos que permitem diversas automações. Isso é útil principalmente para as máquinas utilizadas pela indústria. Neste post reunimos as principais automações que podem ser realizadas com um inversor de frequência. Partida suave do equipamento A primeira automação que o inversor de frequência permite é a partida suave do motor. As rampas de aceleração configuráveis pelo inversor permitem que o motor seja acionado suavemente até atingir a velocidade necessária. Dessa forma são evitados os acionamentos bruscos, que reduzem a vida útil do motor e prejudicam o funcionamento de muitas máquinas. Da mesma forma, também é possível desacelerar o motor suavemente, evitando os prejuízos ao equipamento causados por paradas bruscas. Bornes de controle para acionamentos externos Os inversores de frequência geralmente possuem bornes de controle que permitem comandar o motor através de teclas externas. Assim, é possível incluir teclas nas máquinas para acelerar/desacelerar uma esteira, ligar/desligar o equipamento ou para inverter o sentido de giro do motor, por exemplo. Saída a relé do inversor de frequência Alguns modelos de inversores de frequência possuem uma saída a relé para acionamento de outros equipamentos além do motor. Esta saída pode ser utilizada em diversas situações e seu modo de funcionamento pode ser diferente de acordo com a aplicação. A saída a relé pode ser utilizada para acionar um alarme quando a frequência de saída (velocidade do motor) for superior a um valor configurado, por exemplo. Outras opções de acionamento da saída a relé são: Quando o motor girar acima de uma velocidade configurada (frequência de saída); Após o término de uma rampa de aceleração; Quando a corrente de saída do motor estiver acima de um valor configurado; Sempre que o motor estiver em funcionamento; Somente durante uma rampa de desaceleração; Entre outros. Parada de segurança em caso de falhas Além do controle de velocidade do motor, outra característica dos inversores de frequência é a proteção do equipamento. Sempre que uma anomalia for detectada pelo inversor, o motor será desativado e uma mensagem de erro será exibida. Isso garante que o motor não trabalhe em sobrecarga ou em uma tensão diferente da recomendada. Além de evitar que o motor seja danificado, esse recurso evita prejuízos, pois reduz a quantidade de manutenções na máquina onde o inversor estará instalado. Inversores de Frequência Ageon A Ageon possui uma ampla linha de inversores de frequência para máquinas em geral. Entre diversos modelos, destacam-se as linhas XF e YF, que permitem todas as opções de automação descritas acima. *** Você utiliza algum tipo de automação que pode ser realizada com um inversor de frequência? Deixe seu comentário abaixo.

Conhecendo a IHM do inversor de frequência IRX Pro para Climatizador

30/05/2018 - Climatizadores, Inversores de Frequência
O inversor de frequência é responsável por comandar as principais funções de um climatizador evaporativo. A princípio, os inversores para climatizadores apenas controlavam a velocidade do ventilador. Posteriormente também permitiam o timer cíclico da bomba d'água. Atualmente um inversor de frequência para climatizadores possui diversas funções específicas para essa aplicação. Todas essas funções podem ser acessadas facilmente nos inversores IRX Pro, tanto pelo controle remoto quanto pelas duas opções de IHM. Neste post vamos apresentar as IHMs (interface homem-máquina) dos inversores IRX Pro e suas funções.   Conhecendo a IHM do inversor IRX Pro Em primeiro lugar vamos apresentar as duas opções de IHM dos inversores IRX Pro para climatizadores. Enquanto a IHM de sobrepor é mais utilizada para fixação distante dos climatizadores, a IHM de embutir geralmente é fixada diretamente na estrutura do climatizador. Ambas as opções de IHM possuem as mesmas teclas e os mesmos recursos. A diferença se dá apenas pelo formato e pela forma de fixação.   Display e LED indicativo Ambas as IHMs dos inversores IRX Pro possuem um display digital. Este display exibe informações sobre o funcionamento do inversor, como a frequência do motor (velocidade), sinalização de falhas, entre outras. Também possuem um LED indicativo de falta d'água que, quando ligado ao sensor de nível, alerta caso o nível de água no reservatório esteja muito baixo.   Teclas da IHM e funções do climatizador As IHMs dos inversores IRX Pro possuem 10 teclas que são utilizadas para configuração tanto quanto para acionamento das funções do aparelho. Abaixo listamos cada uma das teclas e suas respectivas funções.   Tecla On/Off A tecla On/Off é utilizada para ligar e desligar o equipamento. Também pode ser utilizada para avançar etapas, como por exemplo sair da etapa de limpeza para a secagem do painel evaporativo. Tecla SET A tecla SET é utilizada durante o processo de configuração do inversor de frequência IRX Pro. Através dela são ajustados os parâmetros do inversor. Tecla Cima A tecla Cima é utilizada principalmente para aumentar a velocidade do ventilador durante o funcionamento do climatizador. No entanto, também é utilizada na configuração do climatizador. Tecla Baixo A tecla Baixo é utilizada para diminuir a velocidade do ventilador durante o funcionamento do climatizador. Mas da mesma forma que a tecla Cima, também auxilia na configuração dos parâmetros do climatizador. Tecla Climatizar A tecla Climatizar aciona a bomba d'água do climatizador simultaneamente com o ventilador. Isso eleva a umidade do ambiente, diminuindo a temperatura. É importante salientar que, enquanto esta função estiver ativa, a bomba será acionada de acordo com a temporização definida. Tecla Ventilar Quando a tecla Ventilar é acionada, a bomba d´água do climatizador é desativada. Dessa forma o ventilador fica em funcionamento apenas para a circulação do ar. Tecla Swing A tecla Swing é utilizada para o acionamento automático das aletas do climatizador. Também é possível configurar esta função para o acionamento de uma lâmpada germicida. Tecla Dreno A tecla Dreno realiza o escoamento automático da água no reservatório. Geralmente esta função é utilizada durante a troca de água ou limpeza do climatizador. Tecla Exaustão A tecla Exaustão é utilizada para a inversão do sentido de giro do motor, ou seja, o climatizador retira o ar do ambiente interno para o ambiente externo. Essa função é utilizada para a limpeza do aparelho, mas também para casos específicos, como em caso de incêndios. Tecla Timer A tecla Timer é utilizada para o desligamento automático do climatizador. Ao pressionar a tecla, é possível programar o climatizador para desligar dentro de um período definido, de 1 a 24 horas.   *** Este post esclareceu suas dúvidas sobre os inversores de frequência IRX Pro? Deixe seu comentário abaixo.

Ligando dois motores em um Inversor de Frequência

28/03/2018 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
Existe uma dúvida recorrente de quem precisa controlar a velocidade de motores trifásicos. Muitos clientes nos questionam sobre a possibilidade de acionar dois motores com um único inversor de frequência. Será que isso é realmente possível? A resposta é sim, mas com ressalvas. Neste post você irá descobrir a forma correta de realizar este tipo de instalação.   Sobre o Inversor de Frequência Os inversores de frequência são dispositivos capazes de controlar a velocidade de motores trifásicos. Se você não conhece inversores de frequência, temos um post com tudo o que você precisa saber sobre estes aparelhos. Em primeiro lugar, é importante citarmos que as informações citadas neste post são referentes aos inversores de frequência Ageon. Além disso, é necessário identificar algumas informações do inversor de frequência, como a corrente nominal, por exemplo.   Sobre os Motores Antes de prosseguir, certifique-se que os dois motores possuem a mesma potência e número de polos. Caso os motores sejam diferentes, o acionamento com um único inversor não permitirá o controle correto da velocidade. Também é necessário identificar o pico de corrente utilizada pelos motores junto ao fabricante.   Como ligar dois motores ou mais a um Inversor de Frequência? Para ligar os dois motores ou mais a um único inversor é necessário tomar algumas precauções. Listamos abaixo os principais cuidados para que você possa realizar esta ação com segurança e eficiência: A corrente nominal do inversor deve ser pelo menos 25% maior do que à soma das correntes dos motores. Cada motor deve possuir sua própria proteção térmica (um relé térmico, por exemplo). É recomendável que os motores fiquem próximos do inversor de frequência. Enquanto estas práticas forem seguidas, os motores podem ser acionados pelo inversor simultaneamente. Ambos os motores devem trabalhar sincronizados de acordo com os comandos enviados pelo inversor de frequência.   Quais as desvantagens deste método? Apesar de ser possível acionar mais de um motor por inversor de frequência, é importante ressaltar que este método possui algumas desvantagens em relação à utilização de um motor por inversor. No quesito proteção, por exemplo, o sistema se torna menos seguro. Isso ocorre porque cada inversor possui uma proteção de sobrecorrente, que desativa o aparelho caso a corrente ultrapasse determinado valor. Quando um inversor é ligado a dois motores a proteção de sobrecorrente só é acionada quando a soma das correntes de ambos fica acima do valor configurado. Caso apenas um dos motores apresente sobrecorrente, mas a soma das correntes continue abaixo do limite estabelecido, poderão ocorrer danos ao equipamento. Outra desvantagem deste método é em relação ao funcionamento do equipamento em caso de falhas nos motores. Caso um dos motores venha a falhar, o equipamento inteiro ficará ocioso, pois o inversor de frequência não irá acionar apenas o motor restante. A Ageon recomenda que a instalação dos seus produtos seja realizada por um profissional qualificado. Em caso de dúvidas, entre em contato com nosso suporte técnico pelo telefone (48) 3028-8878. *** O que você achou deste post? Você liga mais de um motor a cada inversor de frequência? Deixe seu comentário abaixo:

Inversor de Frequência: tudo o que você precisa saber

26/10/2017 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
Se você possui alguma dúvida sobre inversor de frequência, este é o lugar certo. Você sabe para quê serve um inversor? Ou onde um inversor pode ser utilizado? Neste post esclarecemos as principais perguntas sobres inversores de frequência, sua utilização e características. Ao longo do texto você verá: 1. O que é um inversor de frequência? 2. Pra que serve um inversor de frequência? 3. Onde inversores de frequência são utilizados? 4. Quais as vantagens de utilizar um inversor? 5. Qual o melhor inversor de frequência? O que é um inversor de frequência? Um inversor de frequência (ou conversor de frequência) é um dispositivo eletrônico com a função principal de controlar a velocidade de um motor trifásico. Este controle é realizado através da variação da tensão e da frequência fornecidas ao motor. Pra que serve um inversor de frequência? Utilizar inversores de frequência permite que o motor funcione com velocidade variável. Quando um motor é energizado sem a utilização de um inversor, ele gira em velocidade máxima e fixa. Quando acionado por um inversor, a velocidade pode ser diminuída e elevada novamente, de acordo com a necessidade da aplicação. Os inversores de frequência permitem que a velocidade do motor varie sem a necessidade de meios mecânicos, como polias e redutores. Onde inversores de frequência são utilizados? As aplicações para inversores de frequência são diversas. No ramo industrial esses dispositivos são utilizados em diversos tipos de maquinários, como esteiras transportadoras, rotuladoras, entre outras. Porém existem também outras aplicações onde é necessário variar a velocidade de motores trifásicos. Esteiras ergométricas profissionais, por exemplo, costumam fazer uso de inversores para realizar a comunicação entre o painel e o motor. Climatizadores evaporativos também costumam utilizar inversores para controlar a velocidade do ventilador e gerenciar o acionamento da bomba de circulação. Quais as vantagens de utilizar um inversor? Além do controle de velocidade, os inversores de frequência apresentam diversas outras vantagens. A redução no consumo de energia elétrica é um dos benefícios de utilizar um inversor. Outra característica destes aparelhos é que eles servem de proteção para o motor e aumentam a vida útil do sistema. Inversores de frequência também servem para automatizar processos, reduzindo o tempo necessário para a realização de algumas tarefas. Veja mais detalhes sobre as vantagens dos inversores de frequência. Qual o melhor inversor de frequência? Para escolher o melhor inversor de frequência é necessário conhecer sua aplicação. Existem diversos modelos no mercado, com diferentes características. É preciso identificar algumas características da aplicação para dimensionar corretamente o inversor. A potência e a corrente nominal do motor são duas informações essenciais para adquirir seu aparelho. Detalhes sobre a carga a ser acionada também são necessários, como a corrente de partida, por exemplo. Saiba mais sobre como escolher o inversor de frequência certo para sua aplicação. *** O que você achou deste artigo? Foi útil? Deixe seu comentário abaixo.

Como controlar a velocidade de um motor trifásico?

19/07/2017 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
Existem situações onde a velocidade de um motor trifásico precisa ser controlada. Muitas vezes a velocidade do motor trabalhando em potência máxima fica acima do necessário. Em outros casos, é preciso que o motor trabalhe em uma velocidade variável, ou seja, mais rápido em uma situação e mais lento em outra. Existem diversas soluções para estes casos. Entre as principais soluções disponíveis no mercado, estão os inversores de frequência e os redutores.   Qual a melhor solução para controlar a velocidade de um motor trifásico? Para esclarecermos as diferenças entre as soluções disponíveis, vamos utilizar o exemplo abaixo: Imagine uma esteira transportadora que precisa se mover sempre a uma velocidade exata. Para mover esta esteira, foi instalado um motor trifásico de 3400rpm.  No entanto, verificou-se que esta velocidade está muito alta, prejudicando o funcionamento do equipamento. É necessário que o motor atinja uma velocidade máxima de 1700rpm. Para resolver este problema existem algumas opções. Uma delas é a utilização de um redutor. Como o nome sugere, os redutores servem para reduzir a velocidade de um motor através de um processo mecânico. Grosso modo, os redutores possuem um eixo de entrada, um conjunto de engrenagens e um eixo de saída. O motor é acoplado no eixo de entrada e, como as engrenagens possuem diferentes tamanhos, a rotação do eixo de saída é menor do que a apresentada pelo motor. Outra solução é a utilização de um inversor de frequência. Inversores de frequência são dispositivos eletrônicos que permitem a variação da velocidade de motores de indução trifásicos. Eles são instalados entre o motor e a rede elétrica. Existem muitas diferenças entre um inversor de frequência e um redutor. É importante se atentar às vantagens de cada uma dessas opções antes de optar por uma ou outra solução. Velocidade fixa x Velocidade variável A principal diferença entre um inversor e um redutor é a a variação de velocidade. Ao utilizar um redutor, a velocidade do eixo de saída será menor que a do motor, porém esta velocidade será sempre fixa. Um redutor é produzido para reduzir a velocidade do motor em uma proporção definida. Assim, existem inversores de 1/2 (reduzem a velocidade pela metade), 1/8, 1/16 e muitos outros. Já os inversores de frequência permitem a variação de velocidade. Isso significa que em um momento o motor pode trabalhar em velocidade máxima, e em outros momentos pode trabalhar em velocidades mais baixas. Geralmente os inversores possuem teclas que facilitam o controle da velocidade do motor. Em alguns casos ainda contam com potenciômetros que facilitam ainda mais este controle. Partida brusca x Partida suave Outra diferença importante entre os inversores de frequência e os redutores é a partida. Quando um motor trifásico é acionado, ele irá partir diretamente para sua velocidade máxima. Isso gera acionamentos bruscos, que podem danificar os equipamentos ligados ao motor. Quando se utiliza um redutor, os acionamentos continuam sendo bruscos, pois não há nenhum tipo de proteção quanto a isso.Já ao utilizar os inversores de frequência, podem ser utilizadas rampas de aceleração. As rampas de aceleração permitem configurar quanto tempo o motor irá levar para atingir a velocidade desejada. Isso garante uma partida muito mais suave, evitando desgastes no equipamento. Economia de energia Quando um motor é acoplado a um redutor, ele continua a trabalhar em sua velocidade máxima. É somente no eixo de saída do redutor que a redução de velocidade pode ser percebida. Isso significa que o motor continua gastando a mesma energia que gastaria ao trabalhar em sua velocidade máxima. Com a utilização de um inversor de frequência a situação muda. Como é instalado entre a rede e o motor, o inversor faz com que o consumo de energia do motor seja proporcional à sua velocidade. Quanto menor a velocidade do motor, menor será o consumo de energia elétrica.   Inversores de Frequência Ageon Se você precisa controlar a velocidade de um motor trifásico e necessita de velocidade variável, acionamentos suaves ou deseja economizar energia, conheça os inversores de frequência Ageon. São diversos modelos de inversores distribuídos em diferentes formatos, desde aplicações mais simples até aplicações mais complexas, como os inversores da Série XF e da Série YF. Também oferecemos inversores dedicados a aplicações específicas. É o caso da Série IEX70, composta de inversores de frequência desenvolvidos especialmente para esteiras ergométricas. Outro exemplo é a linha IRX Pro, destinada para climatizadores evaporativos. Saiba mais sobre os inversores de frequência Ageon acessando nosso site. *** Você utiliza um inversor de frequência ou um redutor para reduzir a velocidade de um motor trifásico? O que achou deste post?

Como dimensionar corretamente um Inversor de Frequência?

17/05/2017 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
A função principal de um inversor de frequência é variar a velocidade de motores de indução trifásicos. Graças a essa característica, é muito comum encontrar inversores em diversos tipos de máquinas utilizadas pela indústria. Os inversores também são muito utilizados em outros ramos, como em esteiras ergométricas e climatizadores evaporativos. Dimensionar corretamente o inversor de frequência evita uma série de problemas. Um inversor mal dimensionado pode não atender à aplicação, gerando transtornos e custos desnecessários. Em alguns casos o inversor pode funcionar por um período de tempo e, em seguida, sofrer danos permanentes e deixar de funcionar. Já um inversor bem dimensionado irá garantir o funcionamento correto do seu equipamento. Além disso, o inversor irá proporcionar economia de energia e uma série de outras vantagens. Como escolher o melhor Inversor de Frequência para minha aplicação? Para dimensionar corretamente um inversor de frequência é necessário conhecer a aplicação. Muitas informações podem interferir na escolha do melhor inversor de frequência. Abaixo é possível visualizar as principais variáveis: Corrente nominal do motor Este é um dos pontos principais para o bom dimensionamento do inversor de frequência. Existem motores de potências idênticas e diferentes correntes nominais. Isso ocorre porque a corrente nominal é influenciada por outros fatores, como o número de pólos, por exemplo. A corrente nominal do motor pode ser visualizada na placa com os dados do motor. Carga a ser acionada pelo motor Estimar a sobrecorrente na partida que a aplicação exige também é essencial para o bom dimensionamento do inversor de frequência. É importante ressaltar que a corrente de partida é um valor muito mais alto que a nominal, e dependendo da inércia gerada pela carga, pode ultrapassar os limites de corrente. Isso deve ser parametrizado na rampa de aceleração e na compensação de torque. O correto é dimensionar o motor para a carga. Se o valor de corrente está ultrapassando o limite permitido pelo fabricante do motor, o inversor irá desarmar, protegendo o motor. Tipo de Inversor De modo geral existem dois tipos de inversores de frequência: escalares ou vetoriais. Os inversores escalares são os mais utilizados pela indústria e podem atender uma grande variedade de aplicações. Já os inversores vetoriais costumam custar mais em comparação com os inversores escalares. Inversores vetoriais são utilizados em situações mais complexas que exigem maior precisão, como elevadores, por exemplo. Funções Extras Existem aplicações em que o inversor de frequência precisa de funções adicionais além do controle da velocidade do motor. Em algumas situações são necessários relés, temporizações, comandos através de entradas digitais ou analógicas, por exemplo. É o caso dos inversores para climatizadores, que podem acionar um ventilador e uma bomba, além de permitirem o controle de swing, dreno e outros recursos do climatizador. Inversores de Frequência Ageon A Ageon produz inversores de frequência para diversas aplicações. A empresa possui mais de 15 anos de experiência no ramo de automação industrial e desenvolve inversores para motores de até 5CV, disponíveis em diferentes modelos. Saiba mais sobre nossa linha de inversores de frequência. *** Você possui dúvidas em relação ao dimensionamento de um inversor de frequência? Deixe sua dúvida, crítica ou sugestão nos comentários.

Inversores Ageon em Painéis Elétricos

21/07/2016 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
Como já falamos aqui no blog, inversores de frequência são utilizados para variar a velocidade de motores de indução trifásicos. Devido a essa característica, são utilizados em diversas aplicações, desde esteiras ergométricas até climatizadores evaporativos. Em muitas aplicações, entretanto, os inversores são instalados juntos a outros componentes, formando os chamados painéis elétricos (ou quadros elétricos). Existem muitos tipos de painéis, porém vamos focar principalmente nos painéis de comando e controle e também nos painéis elétricos para acionamentos. Esses dois tipos são muito utilizados no setor industrial. Sua principal função dentro de uma indústria é acionar e controlar determinadas máquinas, como furadeiras, bobinadeiras, picotadores de plástico, etc. Os componentes de um painel elétrico variam de acordo com sua aplicação. De modo geral, podemos dizer que os painéis elétricos podem conter inversores de frequência, CLPs, chaves eletrônicas, entre outros elementos. Vantagens dos Inversores Ageon em Painéis Elétricos A empresa Tecnopartes realiza a montagem de painéis elétricos que são comercializados em todo o estado do Rio de Janeiro. Segundo Luiz Phillip Q. de Almeida, técnico de montagem  de quadros na empresa, o principal diferencial dos inversores Ageon é a rapidez na configuração. "A simplicidade de parametrização desses inversores é a principal vantagem. Enquanto com outras marcas a configuração do inversor pode levar até 5 minutos, com os inversores da Ageon a configuração leva pouco mais de 1 minuto", afirma Luis. Outra vantagem são as opções de formatos dos inversores de frequência da Ageon. São duas linhas principais que podem ser instaladas em painéis elétricos: a Série XF e a Série YF. A Série XF possui inversores de formato compacto, ideais para painéis de pequenas dimensões. Controlam motores de até 2CV e sua IHM é fixa. A Série YF, por sua vez, possui inversores de frequência para motores de maior potência (até 5CV). Sua IHM destacável possibilita a instalação na parte frontal de painéis. Alguns modelos ainda possuem potenciômetro incorporado. Dica Ageon: Cuidados com os Inversores nos Painéis Para manter seu equipamento funcionando perfeitamente é necessário tomar algumas precauções. Um cuidado essencial na hora de instalar um inversor no painel é realizar o aterramento. "O aterramento é muito importante, é uma questão de segurança", defende Luis Phillip. Além de evitar choques elétricos, um aterramento bem feito permite que dispositivos de proteção funcionem de forma correta. Outro cuidado importante é a realização de manutenções preventivas. Limpar o cooler ou reapertar os parafusos são algumas ações simples que devem ser realizadas periodicamente (conforme a NR-10). Apesar de pouco valorizadas na maioria dos casos, as manutenções preventivas são essenciais para manter seus equipamentos sempre funcionando e evitar maiores problemas em seu inversor de frequência. Agradecimento: Tecnopartes *** Você utiliza inversores de frequência em painéis elétricos? Já conhecia os inversores Ageon? Deixe seu comentário abaixo.

Inversor de Frequência – Protegendo o equipamento

25/05/2016 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
Como já falamos em posts anteriores aqui no blog, os inversores de frequência são utilizados para controlar a velocidade de motores de indução. São muitas as aplicações que necessitam de inversores de frequência, como esteiras transportadoras, bobinadeiras, extrusoras e diversos outros tipos de máquinas. Entretanto, os inversores de frequência da Ageon possuem uma outra função: a proteção do equipamento como um todo.   Tensão No Brasil são muito comuns problemas relacionados a flutuações na rede elétrica. Dependendo da localidade, a variação da tensão pode ser grande o suficiente para danificar motores e equipamentos eletrônicos. Por esta razão os inversores de frequência Ageon possuem parâmetros de proteção contra subtensão e sobretensão. Configurar corretamente estes parâmetros significa proteger o inversor de frequência e, consequentemente, o motor. Quando estes parâmetros estão corretamente configurados, o inversor de frequência desliga o motor sempre que a tensão está acima ou abaixo dos valores especificados.   Sobrecarga e Superaquecimento É sempre importante se atentar à carga que será acionada pelo motor. Quando a carga é muito elevada, o inversor pode superaquecer e desligar o motor para evitar danos ou mesmo a queima deste. Certifique-se de que o parâmetro de sobrecarga esteja configurado com um valor adequado e que a rampa de aceleração esteja de acordo com a carga a ser acionada.   Corrente Os inversores da Ageon possuem uma proteção de sobrecorrente por hardware. De modo geral, esse erro ocorre quando o inversor detecta uma corrente acima do permitido e desativa o motor para não comprometer o equipamento. Quando o display do inversor apresentar este erro, verifique se há curto-circuito entre duas fases ou curto-circuito no enrolamento do motor. Estas são as principais causas de sobrecorrente no inversor. É importante frisar que, no caso de sobrecorrente, também pode ocorrer se a carga acionada possuir uma grande inércia e houver uma desaceleração muito rápida. Nesses casos basta configurar a rampa de aceleração com um valor adequado para proteger seu equipamento.   Auto-reset do Inversor de Frequência Existe um parâmetro nos inversores de frequência Ageon chamado Auto-reset. Esse parâmetro define o tempo entre a detecção de um erro e a reinicialização automática do inversor. Seu funcionamento segue a seguinte ordem: 1 - O inversor detecta uma das situações citadas acima. O motor é desligado e o display do aparelho apresenta uma mensagem com o código do erro; 2 - Se o parâmetro Auto-reset estiver acionado, o inversor aguarda o período definido e reinicia; 3 - Se as condições de tensão, corrente, temperatura e carga estiverem dentro dos valores normalizados, o motor será acionado e o equipamento funcionará normalmente. Caso contrário, o inversor voltará a apresentar o erro, conforme a etapa 1.   A função Auto-reset permite que o inversor volte a acionar o motor automaticamente sem que haja a necessidade de interferência humana, desde que o erro apresentado seja ocasional e as condições estiverem normais novamente. *** Você conhecia as funções de proteção dos inversores Ageon? Já sabia que o inversor pode proteger o motor e o equipamento como um todo? Deixe sua dúvida, comentário ou sugestão abaixo.

Entendendo Inversores de Frequência – Controle de Velocidade

16/02/2016 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
A principal função de um inversor de frequência é, sem dúvida, o controle da velocidade de motores de indução trifásicos. Apesar de muitas outras vantagens, os inversores de frequência são utilizados em diversos segmentos da indústria para permitir uma velocidade variável aos motores e, consequentemente, maior controle sobre os mesmos. Mas como é feito o controle da velocidade do motor? Os inversores de frequência da Ageon permitem que a velocidade seja controlada facilmente através da IHM (interface homem-máquina) dos seus produtos. O operador de uma máquina pode aumentar ou diminuir facilmente a velocidade do motor através das teclas "∧" e "∨", incorporadas ao painel do produto. Essa é uma das formas mais simples de controlar a velocidade do motor por meio de um inversor Ageon. Quando o inversor é configurado para seleção da referência pela IHM, cada vez que as teclas são pressionadas a frequência de saída é alterada em 1Hz para mais (tecla "∧") ou para menos (tecla "∨"). Existem casos onde um motor deve trabalhar em diferentes "níveis de velocidade". Um exemplo de aplicação onde isso ocorre é o caso de climatizadores de ar. Geralmente o ventilador de um climatizador funciona em velocidades predefinidas, como por exemplo a velocidade 1, velocidade 2, velocidade 3, etc. Cada uma destas velocidades corresponde a uma frequência de saída diferente no inversor: é o chamado Multispeed. Quando configurados para acionamento Multispeed, os inversores de frequência Ageon permitem até 8 níveis de velocidade. Para alternar entre os diferentes níveis de velocidade, são utilizadas as teclas "∧" e "∨". [caption id="attachment_2779" align="aligncenter" width="505"] IHM dos inversores de frequência YF Standard[/caption] No caso da série YF Standard de inversores de frequência, ainda é possível controlar a velocidade dos motores através de um potenciômetro incorporado ao painel. A variação da velocidade é realizada girando o potenciômetro no sentido horário para aumentar e velocidade e no sentido contrário para diminuir. Além de todas essas opções de variação da velocidade diretamente através da IHM dos inversores Ageon, ainda é possível utilizar os bornes de controle para acionar o inversor por meio de botões, chaves e potenciômetros externos. Os bornes de controle permitem utilizar todas as formas de acionamento (seleção da referência, Multispeed e potenciômetro) em situações onde o inversor de frequência é instalado em locais de difícil acesso. *** Você utiliza inversores de frequência? Qual forma de acionamento você considera mais prática? Deixe seu comentário.