Posts com a tag "Automação"

Parâmetros de visualização dos Inversores de Frequência Ageon

12/09/2018 - Como Configurar, Inversores de Frequência
Os inversores de frequência Ageon se destacam pela facilidade de configuração. Diferente de outros modelos de inversores, os modelos da Ageon possuem um número reduzido de parâmetros, diminuindo o tempo necessário para ajuste. Além disso, alguns dos parâmetros presentes nesses aparelhos são apenas para visualização. Mas você sabia que é possível visualizar algumas informações do inversor através de parâmetros?   Para que servem os parâmetros de visualização? Esses parâmetros são utilizados principalmente para monitoramento ou diagnóstico de problemas no inversor de frequência. Através deste recurso é possível visualizar diversas informações, como a corrente de saída, por exemplo. Na maior parte das vezes a visualização destes parâmetros é feita para verificar se o inversor está funcionando conforme esperado. No entanto também é possível utilizar este recurso para auxiliar na correção de erros nos inversores.  Abaixo listamos os principais parâmetros de visualização dos inversores de frequência Ageon. Parâmetros de Visualização Código Informação Visualizada P01 Frequência de saída (motor) P02 Tensão circuito intermediário (link CC) P03 Corrente de saída (motor) P04 Tensão de saída (motor) P05 Temperatura nos IGBT´s P06 Último erro ocorrido/Últimos erros ocorridos (conforme modelo)   Tensão circuito intermediário (link CC) A tensão no circuito intermediário do inversor pode variar de acordo com a utilização. Em alguns casos é possível que o inversor apresente erro E02 ou erro E03. A principal causa para este erro é a tensão de alimentação do inversor acima ou abaixo do especificado. Além disso, também é possível que o erro E02 ocorra quando o inversor aciona uma carga com inércia elevada e passa por uma desaceleração muito rápida. Para visualizar a tensão no circuito intermediário do inversor, basta acessar o parâmetro P02. Você poderá visualizar este parâmetro a qualquer momento ou sempre que o inversor apresentar algum erro.   Corrente de saída (motor) A corrente de saída do inversor pode se alterar em algumas situações. A mais comum delas é quando o motor apresenta algum problema no enrolamento, por exemplo. Nesses casos haverá um aumento da corrente de saída e, dessa forma, o inversor detectará este aumento e apresentará erro E06 ou erro E09. Para visualizar a corrente de saída do inversor para o motor, acesse o parâmetro P03. Verifique este parâmetro sempre que o inversor apresentar um dos erros acima ou quando o motor estiver apresentando sinais de defeito.   Último erro ocorrido Este parâmetro é muito útil para o diagnóstico de problemas no inversor de frequência. Através dele é possível visualizar o último erro ocorrido no aparelho e, assim, corrigir o problema. Para isso, acesse o parâmetro P06. Ao identificar o último erro ocorrido no inversor de frequência, você precisará saber o significado dos códigos e as possíveis causas. Assim, será possível detectar a origem do problema para posteriormente corrigi-lo. *** Este post lhe foi útil? Deixe seu comentário abaixo.

Adicionando um botão de emergência em Inversor de Frequência

29/08/2018 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
Existem diversas situações, principalmente na indústria, onde é necessário um sistema de segurança para paradas de emergência. É o caso de esteiras transportadoras, por exemplo. O funcionamento destes equipamentos precisa ser interrompido caso haja algum problema. Por isso muitas vezes é necessário utilizar um botão de emergência ligado ao inversor de frequência. Neste post vamos falar sobre a junção destes dois dispositivos para elevar a segurança do seu equipamento.   O que é um botão de emergência? O botão de emergência, ou botoeira de emergência, é um dispositivo de segurança utilizado em diversos tipos de máquinas. Sua finalidade é interromper o funcionamento da máquina imediatamente em caso de problemas para evitar acidentes. Esse recurso auxilia na adequação de máquinas à norma regulamentadora NR12, que é relacionada à segurança. Geralmente o botão de emergência costuma ser vermelho e é fixado em locais de fácil visualização e acesso. Dessa forma, podem ser acionados com facilidade pelas pessoas próximas em situações de emergência.   Por que ligar o botão de emergência ao Inversor de Frequência? O botão de emergência não precisa ser ligado obrigatoriamente ao inversor de frequência. Ele também pode ser incluído diretamente na entrada da máquina. No entanto, existem benefícios em utilizar o botão de emergência em conjunto com o inversor. Em primeiro lugar, quando o botão de emergência é ligado à entrada da máquina, todo o equipamento é desativado em caso de problemas. Entretanto, quando o botão é ligado à entrada do inversor, apenas os dispositivos ligados ao inversor são desativados. No caso de uma esteira transportadora, por exemplo, os motores seriam desativados, porém a iluminação poderia permanecer ligada. Outro recurso possível no segundo caso é a criação de um sistema de alarme sonoro ou visual. Dessa forma, sempre que a parada de emergência for acionada uma luz de emergência ou um buzzer informam as pessoas próximas de que houve um problema.   Como ligar o botão de emergência ao Inversor de Frequência? A ligação elétrica dos dois dispositivos pode ser feita de diversas formas diferentes. Na imagem abaixo demonstramos como realizar esta ligação de uma forma bastante simples nos inversores de frequência Ageon. Primeiramente é necessário configurar o parâmetro P72 para 1. Em seguida, realize a ligação de acordo com a imagem: Conforme a imagem acima, basta ligar o botão de emergência em série com o botão liga/desliga do inversor. Existem diversos tipos de botões de emergência no mercado. Para utilizar a forma de ligação citada anteriormente, é importante que o botão seja normalmente fechado (NF). Também é recomendado utilizar botões com retenção. *** O que você achou deste post? Deixe seu comentário abaixo.

Automação de máquinas com Inversor de Frequência

06/06/2018 - Dicas Ageon, Inversores de Frequência
A principal função de um inversor de frequência é controlar e variar a velocidade de um motor de indução trifásico. No entanto os inversores possuem recursos que permitem diversas automações. Isso é útil principalmente para as máquinas utilizadas pela indústria. Neste post reunimos as principais automações que podem ser realizadas com um inversor de frequência.   Partida suave do equipamento A primeira automação que o inversor de frequência permite é a partida suave do motor. As rampas de aceleração configuráveis pelo inversor permitem que o motor seja acionado suavemente até atingir a velocidade necessária. Dessa forma são evitados os acionamentos bruscos, que reduzem a vida útil do motor e prejudicam o funcionamento de muitas máquinas. Da mesma forma, também é possível desacelerar o motor suavemente, evitando os prejuízos ao equipamento causados por paradas bruscas.   Bornes de controle para acionamentos externos Os inversores de frequência geralmente possuem bornes de controle que permitem comandar o motor através de teclas externas. Assim, é possível incluir teclas nas máquinas para acelerar/desacelerar uma esteira, ligar/desligar o equipamento ou para inverter o sentido de giro do motor, por exemplo.   Saída a relé do inversor de frequência Alguns modelos de inversores de frequência possuem uma saída a relé para acionamento de outros equipamentos além do motor. Esta saída pode ser utilizada em diversas situações e seu modo de funcionamento pode ser diferente de acordo com a aplicação. A saída a relé pode ser utilizada para acionar um alarme quando a frequência de saída (velocidade do motor) for superior a um valor configurado, por exemplo. Outras opções de acionamento da saída a relé são: Quando o motor girar acima de uma velocidade configurada (frequência de saída); Após o término de uma rampa de aceleração; Quando a corrente de saída do motor estiver acima de um valor configurado; Sempre que o motor estiver em funcionamento; Somente durante uma rampa de desaceleração; Entre outros.   Parada de segurança em caso de falhas Além do controle de velocidade do motor, outra característica dos inversores de frequência é a proteção do equipamento. Sempre que uma anomalia for detectada pelo inversor, o motor será desativado e uma mensagem de erro será exibida. Isso garante que o motor não trabalhe em sobrecarga ou em uma tensão diferente da recomendada. Além de evitar que o motor seja danificado, esse recurso evita prejuízos, pois reduz a quantidade de manutenções na máquina onde o inversor estará instalado.   Inversores de Frequência Ageon A Ageon possui uma ampla linha de inversores de frequência para máquinas em geral. Entre diversos modelos, destacam-se as linhas XF e YF, que permitem todas as opções de automação descritas acima. *** Você utiliza algum tipo de automação que pode ser realizada com um inversor de frequência? Deixe seu comentário abaixo.