Posts sobre "Esteiras Ergométricas "

A importância do aterramento na instalação de Esteiras Ergométricas

01/08/2018 - Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
O aterramento é uma prática muito importante para qualquer tipo de instalação elétrica. No entanto, quando se trata de esteiras ergométricas sua importância é ainda maior. Neste post vamos falar sobre porquê a instalação da esteira deve ser aterrada e como realizar este procedimento de forma correta.   Por que realizar o aterramento? Em primeiro lugar é importante esclarecer o que significa aterrar uma instalação elétrica. Como o nome sugere, um dispositivo está aterrado quando um de seus terminais está ligado à terra. [caption id="attachment_6416" align="aligncenter" width="400"] Exemplo de aterramento[/caption] O objetivo de aterrar uma esteira ergométrica é proteger os usuários tanto quanto os técnicos que realizarão manutenções no equipamento. Ao aterrar um dispositivo, a carga eletrostática presente em sua carcaça é dissipada, reduzindo o risco de choques elétricos. Além disso, o aterramento facilita o funcionamento de dispositivos de proteção, como fusíveis e disjuntores. Esses dispositivos protegem a esteira ergométrica quando há um aumento de corrente ou descarga elétrica e, quando o equipamento está aterrado, estas situações são detectadas mais facilmente. Outra vantagem de aterrar a esteira ergométrica é a dissipação da corrente de fuga que provém do motor, protegendo os usuários e o próprio equipamento. Aterrar a esteira ergométrica é essencial para que sua instalação esteja de acordo com as normas técnicas  e de segurança.   Como fazer o aterramento em uma esteira ergométrica? Antes de tudo é necessário verificar se o local da instalação possui aterramento. Informe-se se o local está preparado para que os dispositivos sejam aterrados antes de dar prosseguimento à instalação. Em uma esteira ergométrica, o aterramento deve ser feito tanto no motor quanto no inversor de frequência. Para demonstrar a forma correta de realizar este procedimento, vamos utilizar como exemplo e inversor IEX70 da Ageon, desenvolvido especialmente para esteiras ergométricas. Na imagem abaixo é possível visualizar como aterrar corretamente esses dispositivos. O aterramento costuma ser realizado através das carcaças metálicas dos equipamentos, por exemplo. Geralmente se utilizam fios nas cores verde ou verde e amarelo. Os motores elétricos possuem um terminal específico para o aterramento, que fica ligado à sua carcaça. Este terminal deve ser ligado à estrutura metálica da esteira. Da mesma forma, o inversor de frequência também possui um terminal específico para aterramento, que também deve ser ligado à carcaça da esteira. Atente-se sobre a forma correta de realizar o aterramento da esteira ergométrica. Ambos os cabos de aterramento (do motor e do inversor) devem se encontrar em um ponto comum na carcaça da esteira, e a partir daí se unirem até o aterramento propriamente dito no local da instalação. Contate um técnico qualificado para realizar o aterramento da esteira ergométrica e utilize fios com bitola adequada, de acordo com as normas vigentes. *** Se este post foi útil para você, deixe seu comentário abaixo.

Instalando o inversor de frequência IEX70 em esteiras ergométricas

11/07/2018 - Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
Os inversores de frequência IEX70 são a solução da Ageon para esteiras ergométricas que utilizam motores trifásicos. Uma de suas principais características é a facilidade de instalação e este é justamente o assunto deste post. Apesar de simples, alguns detalhes podem fazer a diferença para o funcionamento do inversor. Neste post vamos dar dicas sobre a forma correta de instalar o inversor IEX70 na esteira.   Qual a melhor forma de instalar o inversor de frequência IEX70 na esteira ergométrica? Antes de instalar o inversor de frequência na esteira, é necessário se atentar a alguns detalhes. Em primeiro lugar, é importante estar ciente de que o inversor de frequência é um aparelho eletrônico e que sua durabilidade está relacionada a uma rede elétrica em boas condições. Certifique-se de que as condições do local estejam de acordo com as especificações do inversor IEX70. Utilize um multímetro para avaliar a tensão de entrada e verifique se a instalação elétrica do local possui fios adequados para a corrente exigida pela esteira. Também é essencial que a instalação possua aterramento. Após se certificar que os itens acima estão de acordo com as especificações do inversor de frequência IEX70, a instalação já pode ser iniciada. Veja abaixo qual a melhor forma de realizar a instalação. 1. Identifique o motor e o painel da esteira Identificar o motor e o painel da esteira é o primeiro passo para instalar o inversor. Os inversores de frequência IEX70 acionam motores trifásicos de até 2CV. Em relação ao painel da esteira, os inversores IEX70 são compatíveis com diversos modelos presentes no mercado. É possível utilizar o inversor de frequência IEX70 em painéis que utilizam modo teclado, frequência ou serial. Após identificar essas características, veja como fazer a ligação elétrica do painel com o inversor. 2. A maneira ideal de posicionar o inversor Antes de fixar o inversor de frequência na esteira ergométrica é importante saber que alguns elementos interferem no funcionamento do aparelho. É o caso do fluxo de ar no inversor e também da proximidade com o motor, por exemplo. Nas imagens abaixo é possível verificar os principais cuidados que devem ser tomados ao fixar o inversor na esteira. O inversor de frequência IEX70 deve ser instalado a pelo menos 15cm de distância do motor. Isso ocorre porque o ar quente proveniente do motor pode superaquecer o produto, prejudicando seu funcionamento e causando risco de danificar o inversor. Uma distância de pelo menos 10cm em relação à lona também é indicada, conforme a imagem acima. Dessa forma evita-se que resíduos saiam da lona em direção ao inversor. Outro cuidado importante é em relação ao fluxo de ar no interior do inversor. O inversor de frequência IEX70 possui um cooler interno que é responsável pela ventilação e consequentemente pela dissipação do calor dentro do produto. A posição mais indicada para instalar o inversor com o fluxo de ar em direção ao motor (conforme imagem acima). Essa fixação evita que o ar quente do motor seja transferido para dentro do inversor ou que resíduos da lona prejudiquem o cooler. 3. Manutenções preventivas evitam problemas Uma prática comumente subestimada pelos clientes é a manutenção preventiva da esteira ergométrica. Devido ao funcionamento da esteira e às condições do ambiente, é normal que o inversor acumule resíduos em seu gabinete. O acúmulo de poeira, por exemplo, pode danificar a ventilação do inversor e prejudicar seu funcionamento a longo prazo. Dessa forma, realizar manutenções e limpezas periódicas é essencial para elevar a vida útil de todo o equipamento, inclusive do inversor.   Vantagens do inversor de frequência IEX70 Os inversores de frequência da linha IEX70 foram desenvolvidos especialmente para esteiras ergométricas. Por isso, se diferenciam dos inversores encontrados no mercado em diversos aspectos, como formato e configuração, por exemplo. Os inversores IEX70 possuem formato compacto e gabinete de proteção que evita a entrada de resíduos no inversor. Além disso, essa linha possui cooler de rolamento, que é acionado apenas quando o motor está em funcionamento ou quando o módulo estiver com uma temperatura muito elevada. Essas características fazem com que o inversor IEX70 seja mais resistente e sua durabilidade seja maior. A configuração dos inversores IEX70 é muito mais simples do que os demais inversores. Diferente dos inversores de frequência comuns do mercado, a linha IEX70 não precisa de ajuste de parâmetros. Isso ocorre porque essa linha é específica para esteiras. Dessa forma, toda a configuração pode ser realizada rapidamente através de quatro chaves DIP. Essas chaves devem ser posicionadas de acordo com o tipo de painel da esteira ergométrica. *** Você trabalha com instalação ou manutenção de esteiras ergométricas? Deixe seu comentário abaixo sobre a instalação dos inversores IEX70.

Testando inversor IEX70 para esteira ergométrica sem utilizar um painel

23/05/2018 - Dicas Ageon, Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
Quem já realizou a manutenção de uma esteira ergométrica provavelmente precisou testar o inversor de frequência. O teste do inversor pode ser necessário por diversos motivos, como verificar seu funcionamento ou diagnosticar algum problema específico. Os inversores de frequência IEX70 possuem teclas de acionamento manual que facilitam esse tipo de teste. Neste post vamos demonstrar como testar os inversores IEX70 para esteira ergométrica sem utilizar nenhum painel. Para testar o inversor IEX70 sem utilizar o painel da esteira, basta seguir estes passos: Ligue o motor ao inversor Configure o inversor Conecte o jumper Energize o inversor Utilize as teclas de comando manual   Ligando o motor da esteira ergométrica ao inversor IEX70 Em primeiro lugar é necessário ligar o motor da esteira ergométrica ao inversor de frequência IEX70. Conecte os cabos do motor nos terminais U, V e W do inversor, conforme a ligação padrão.   Configurando a chave DIP do inversor A configuração dos inversores IEX70 é simples, pois toda a configuração é realizada através de uma chave DIP. Para realizar o teste sem um painel o inversor deve estar em modo teclado, ou seja, as chaves DIP 1,2,3 e 4 devem estar posicionadas em OFF.   Conectando o jumper nos terminais do inversor IEX70 Para que o teste através das teclas de acionamento manual funcione, é preciso conectar um jumper no inversor IEX70. O jumper deve ligar os terminais X4 e X5 do inversor. Esse jumper é utilizado para alimentar o painel da esteira e pode ser ligado de duas formas diferentes (5V ou 12V). Para o teste, o jumper pode ser conectado de qualquer uma das duas formas abaixo:   Energizando o inversor IEX70 O último passo antes de efetivamente realizar os testes no inversor é energizá-lo. Os inversores de frequência IEX70 podem ser alimentados por redes 110V ou 220V, de acordo com a imagem:   Utilizando as teclas de acionamento manual Uma vez realizados os procedimento descritos acima, já é possível realizar o teste propriamente dito. Os inversores de frequência IEX70 possuem quatro teclas de acionamento manual, conforme descrito abaixo: A - Chave de segurança B - Desacelerar C - Parar D - Acelerar Para testar o inversor utilizando as teclas de acionamento manual é necessário manter a tecla "Chave de segurança" pressionada enquanto uma das demais teclas for pressionada, de acordo com a ação desejada.   Ao utilizar as teclas de acionamento manual é preciso possível visualizar informações importantes através dos dois LEDs indicativos do inversor. Sempre que uma tecla de comando for pressionada, o LED indicativo 1 irá piscar. Dessa forma é possível verificar se o comando realmente foi efetuado. Já o LED indicativo 2 irá se acender sempre que o motor estiver acionado. *** Deixe sua opinião sobre o post abaixo. Dessa forma vamos postar conteúdos cada vez mais úteis para você.

Ligação dos inversores IEX70 ao painel da Esteira Ergométrica

17/10/2017 - Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
Os inversores de frequência IEX70 são o lançamento da Ageon para o mercado fitness. Esta linha foi desenvolvida especialmente para instalação em esteiras ergométricas. Por ser um inversor dedicado a esta aplicação, a configuração do modelo IEX70 é simples e rápida. Não é necessário ajustar parâmetros. Instalou, ligou. Além de possuírem alimentação bivolt (110V ou 220V), os inversores IEX70 possuem três modos de funcionamento: teclado, frequência ou serial. O modo de funcionamento é basicamente o tipo de comunicação entre o painel da esteira e o inversor. Cada esteira ergométrica possui um tipo de painel que foi desenvolvido para operar em um destes modos. Neste post você verá como ligar o inversor IEX70 aos principais tipos de painéis disponíveis no mercado.   Como ligar o inversor de frequência IEX70 ao painel da esteira ergométrica? Primeiramente é necessário identificar qual o modo de funcionamento do painel da esteira ergométrica. Esta informação pode ser obtida diretamente com o fabricante do painel. Em seguida é possível realizar a ligação elétrica e também a configuração da chave DIP. A alteração da chave DIP deve ser realizada com o inversor desligado. Reunimos abaixo as formas de ligação mais comuns do mercado. Atente-se à ligação entre o inversor e o painel e também ao jumper, que é necessário em alguns casos. O jumper é utilizado para realizar a alimentação do painel da esteira ergométrica. De acordo com a tensão de alimentação do painel (5V ou 12V), o jumper dever ser realizado de uma forma distinta. Confira no final do post como a ligação do jumper deve ser realizada. Modo Teclado A ligação do painel em modo teclado é realizada conforme a imagem abaixo. A conexão com o painel é feita através do terminal X3. Note que é necessário realizar um jumper entre os terminais X4 e X5. Quando o inversor IEX70 é utilizado em modo teclado, as chaves DIP 1 e 2 devem permanecer na posição OFF. As chaves DIP 3 e 4 são utilizadas para selecionar a frequência máxima da saída do inversor, de acordo com a relação de polias da esteira. Veja mais detalhes no manual técnico do produto. Modo Frequência Existem diferentes formas de realizar a ligação do inversor IEX70 a um painel em modo frequência. Abaixo estão alguns exemplos: Na imagem acima é possível notar que os terminais X4 e X5 não são utilizados. Não há necessidade de jumper para este tipo de painel. Basta ligar o painel ao terminal X3. Nesta outra imagem a ligação entre o inversor e o painel também é realizada através do terminal X3. Neste caso, porém, é necessário um jumper entre os terminais X4 e X5. Em ambos os casos o arranjo da chave DIP é o mesmo. As chaves 1, 3 e 4 devem permanecer na posição OFF. Apenas a chave 2 deve estar na posição ON. Modo Serial A ligação do inversor IEX70 a um painel em modo serial é realizada conforme a imagem abaixo. O cabo proveniente do painel é conectado aos três últimos contatos do terminal X3. Um jumper deve ser realizado entre os terminais X4 e X5. Para utilização em modo serial a chave DIP 1 deve permanecer na posição ON. As chaves 2, 3 e 4 devem ser ajustadas de acordo com a relação de polias da esteira, conforme o manual do produto. Sobre o Jumper Como citamos acima, existem algumas formas de ligação dos inversores IEX70 que exigem um jumper ligando os terminais X4 e X5. Esse jumper é utilizado para a alimentação do painel da esteira ergométrica. Quando necessário, o jumper pode ser de duas formas, dependendo da tensão de alimentação do painel. A maioria dos modelos de painéis possui alimentação de 5V ou 12V. Após identificar a tensão de alimentação do painel, altere o jumper conforme o manual. ATENÇÃO - A corrente máxima para alimentação do painel é de 100mA. A Ageon recomenda que a instalação de seus produtos seja feita por um profissional qualificado. Em caso de dúvidas, entre em contato com o suporte técnico pelo telefone (48) 3028-8878. *** Este post lhe ajudou a instalar o inversor IEX70 em uma esteira ergométrica? Você possui alguma dúvida sobre o produto? Deixe seu comentário abaixo.

IEX70 – O lançamento da Ageon para Esteiras Ergométricas

27/09/2017 - Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
A Ageon participou da última IHRSA Fitness e apresentou uma grande novidade: os inversores de frequência linha IEX70. O principal diferencial deste produto é sua facilidade de instalação e configuração. Não é à toa que seu slogan é "Instalou, ligou".   O que é IEX70? IEX70 é uma linha de inversores de frequência desenvolvida especialmente para esteiras ergométricas. No ramo de fitness os inversores também são conhecidos como "placas inversoras". Os inversores de frequência, ou placas inversoras, são utilizados para variar a velocidade de motores de indução trifásicos. No ramo de fitness, os inversores são utilizados principalmente para controlar a velocidade de esteiras ergométricas. O painel da esteira envia um sinal ao inversor que, por sua vez, aciona o motor e eleva ou reduz sua velocidade.   Quais as vantagens dos inversores IEX70? Por ser desenvolvida especialmente para esteiras ergométricas, os inversores IEX70 apresentam diversas vantagens em relação a outros inversores do mercado. Facilidade de instalação e configuração Em primeiro lugar, sua instalação é muito fácil. Basta ligar o inversor à rede elétrica, ao motor e ao painel. A configuração é realizada de forma rápida através de uma chave DIP, sem a necessidade de ajuste de parâmetros. Basta definir a posição das chaves para selecionar o modo de funcionamento do inversor, como nos exemplos abaixo. Design exclusivo Os inversores IEX70 possuem design exclusivo e formato compacto. Seu gabinete de proteção impede a entrada de resíduos no inversor, aumentando a vida útil do equipamento. Teclas de comando manual Outra característica dos inversores IEX70 são as teclas de comando manual. Este modelo possui quatro teclas que permitem o teste do aparelho sem a necessidade de um painel. Isso facilita os testes em bancada, além do diagnóstico em caso de falhas no painel. LEDs indicativos Os inversores de frequência IEX70 possuem dois LEDs indicativos. O primeiro LED demonstra o status de funcionamento do inversor e é utilizado para identificar possíveis falhas. Já o segundo LED indica o status de funcionamento do motor. Alimentação bivolt A alimentação dos inversores IEX70 é bivolt, ou seja, podem ser utilizados em redes 110V ou 220V. A seleção da tensão desejada ocorre no momento da instalação elétrica, de acordo com a ligação realizada. Isso garante mais versatilidade ao produto, além de facilitar a manutenção do estoque nos distribuidores. Cooler de rolamento Os inversores de frequência IEX70 possuem coolers de rolamento para ventilação. A função principal deste dispositivo é evitar o superaquecimento da placa. Os coolers utilizados neste modelo são ativados somente quando o motor da esteira está acionado. Essa característica aumenta a vida útil dos coolers, e consequentemente do inversor de frequência. *** O que você achou dos inversores IEX70? Deixe sua crítica ou sugestão nos comentários abaixo.

Placa Inversora ou Inversor de Frequência: qual a melhor opção?

14/09/2016 - Dicas Ageon, Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
Se você trabalha no ramo de manutenção de esteiras ergométricas provavelmente já se deparou com os termos "placa inversora" ou "inversor de frequência". Apesar de diferentes termos, ambos se referem ao mesmo produto, que serve para controlar a velocidade de motores de indução trifásicos. Acontece que no ramo de fitness há uma diferenciação informal que distingue os inversores de frequência das placas inversoras. [caption id="attachment_5006" align="aligncenter" width="618"] Apesar de tecnicamente se tratarem de um mesmo produto, no ramo de fitness os termos “inversor de frequência” e “placa inversora” servem para diferenciar os produtos comuns de mercado dos inversores próprios para esteiras ergométricas[/caption] No jargão do mercado, o termo "inversor de frequência" é mais utilizado para se referir aos inversores comuns, para automação. Geralmente são aparelhos fechados em uma estrutura plástica, com display eletrônico e uma série de parâmetros configuráveis. Apesar de funcionarem em esteiras ergométricas, esses produtos não são desenvolvidos especificamente para esta finalidade. Inversores de frequência são utilizados em máquinas de diversos tipos e por esse motivo possuem muitos recursos que não são necessários quando instalado em uma esteira. O termo "placa inversora" é comumente utilizado para designar os inversores específicos para esteiras ergométricas. Na maior parte das vezes, as placas inversoras não apresentam display eletrônico ou parâmetros configuráveis. Isso ocorre porque foram desenvolvidas para acionar o motor de acordo com os comandos enviados pelo painel da esteira. Geralmente as placas inversoras apresentam um formato diferenciado dos inversores de frequência comuns, facilitando sua fixação na esteira ergométrica. Apesar de muito utilizada, a expressão "placa inversora" é apenas um jargão de mercado e não um termo técnico. Tecnicamente o termo "inversor de frequência" é o mais correto em ambos os casos.   Qual a vantagem de utilizar uma Placa Inversora? Placas inversoras apresentam muitas vantagens para técnicos em manutenção de esteiras ergométricas. Diferente dos modelos de inversores de frequência tradicionais, as placas inversoras são desenvolvidas especialmente para esta aplicação. A principal vantagem de uma placa inversora em relação a um inversor de frequência tradicional é sua praticidade. Por não haver a necessidade de parametrização, as placas inversoras exigem menos tempo dos técnicos e estão menos suscetíveis a erros de configuração. Outra característica das placas inversoras é que elas são projetadas para serem controladas pelo painel das esteiras ergométricas. Existem painéis que funcionam de diferentes modos (teclado, frequência e serial) e existem placas compatíveis com todas estas opções. Além das características citadas anteriormente as placas inversoras também protegem o motor em situações adversas, da mesma forma que os inversores de frequência comuns.   Placas inversoras da Série IEX A Série IEX70 foi desenvolvida pela Ageon especialmente para as esteiras ergométricas profissionais. Compatível com os principais modelos do mercado, os inversores IEX70 possuem alimentação bivolt (110V ou 220V) e funcionam nos modos teclado, frequência ou serial. Ainda possuem diversos diferenciais, como formato compacto, gabinete de proteção e cooler de rolamento. Por esses e outros motivos os inversores de frequência IEX70 se caracterizam como a melhor opção para esteiras ergométricas. *** Você já conhecia as placas inversoras para esteiras ergométricas? Deixe sua dúvida, crítica ou sugestão no formulário abaixo.

Cuidados com a Placa Inversora para Esteiras Ergométricas

10/12/2015 - Dicas Ageon, Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
Esteiras ergométricas podem funcionar perfeitamente por muito tempo sem apresentar defeitos. Entretanto, para que isso aconteça é necessário tomar alguns cuidados durante sua utilização e também realizar as chamadas manutenções preventivas. Já falamos aqui no blog sobre o que é uma placa inversora para esteiras ergométricas e hoje vamos dar algumas dicas que podem aumentar a vida útil desse equipamento e da esteira como um todo.   Cuidados Básicos com Esteiras Ergométricas Para que a esteira ergométrica funcione de maneira adequada é necessário se atentar a alguns cuidados básicos. Primeiramente, é importante se certificar das condições da rede elétrica (se é estável ou sujeita a flutuações frequentes) e se  o aterramento foi realizado (veja mais dicas sobre a instalação de esteiras ergométricas). Também é importante manter a lona sempre alinhada e bem lubrificada.   Acionamento da Esteira Para aumentar a vida útil de sua esteira ergométrica recomenda-se que os usuários não pisem na lona no momento em que a esteira é ligada. É preciso mais força para acionar uma esteira com o peso do usuário sobre a lona. Isso exige mais do motor e gera um desgaste desnecessário que reduz a vida útil dos componentes.   Suor É normal que usuários de esteiras ergométricas transpirem durante a prática dos exercícios, mas o suor pode causar muitos problemas nos equipamentos. Assim como a água, o suor oxida componentes eletrônicos presentes no painel e na placa inversora, podendo até mesmo inutilizar essas peças. Não há como evitar a transpiração dentro de uma academia, mas a solução para esse problema está no próximo item...   Limpeza Manter o ambiente limpo é fundamental para aumentar a vida útil de qualquer equipamento. É importante limpar as esteiras ergométricas todos os dias, evitando que água, suor ou até mesmo partículas sólidas cheguem ao motor e à placa inversora. Esses resíduos podem causar curto-circuitos, superaquecimento e danificam os componentes da esteira.   Placa Inversora IEX70 Um fator determinante para o funcionamento correto da esteira é a placa inversora. Esse equipamento deve ser fabricado de acordo com as normas técnicas vigentes. Deve possuir componentes de qualidade e oferecer uma proteção para o motor. Por esse motivo, quando se trata de placa inversora para esteiras ergométricas o mais indicado é utilizar a linha IEX70 da Ageon, que possui diversas vantagens como alimentação bivolt, funcionamento em modo teclado, frequência ou serial, e muitas outros benefícios (saiba mais). *** Você acha que essas dicas são úteis? Utiliza placas inversoras ou faz manutenção em esteiras ergométricas? Deixe seu comentário abaixo.

Placa para esteiras ergométricas – Como escolher?

27/08/2015 - Dicas Ageon, Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
Agora que você já sabe o que é uma placa inversora de esteiras ergométricas (também chamada de inversores de frequência), é importante saber quais cuidados deve tomar na hora de adquirir este tipo de equipamento. Reunimos abaixo algumas questões que são fundamentais para garantir o bom funcionamento das esteiras. Uma questão básica é identificar a potência do motor. As placas inversoras são projetadas para trabalhar com motores de uma potência predeterminada. Se a corrente solicitada pelo motor for maior que a suportada pela placa, o inversor protegerá o sistema e não funcionará. Em casos isolados, pode haver danos irreversíveis como a queima da placa. Outro item importante é a alimentação. A maioria dos inversores para esteiras possuem alimentação 110V ou 220V. Ainda existem os modelos bivolt, que suportam ambas as tensões. Estes últimos são os mais indicados, pois evitam problemas onde a tensão do produto é incompatível com a tensão da rede elétrica. A placa inversora geralmente se comunica com o painel da esteira através de um desses modos: teclado, frequência ou serial. Identificar se o modo de funcionamento da placa é compatível com o painel é um cuidado básico a ser tomado. Alguns modelos de inversores, entretanto, podem ser configurados em mais de um modo de funcionamento, garantindo mais versatilidade para fabricantes e técnicos de manutenção. Além destas questões, outros cuidados podem ser determinantes na escolha de uma placa inversora. Após a compra, existem ainda as precauções que devem ser tomados na hora da instalação, como listamos no post “Dica rápida: instalação de placa em esteira ergométrica”.   Inversores Ageon para Esteiras Ergométricas A linha de inversores IEX70 da Ageon foi desenvolvida especialmente para fabricantes e profissionais de manutenção de esteiras ergométricas. Compatível com os principais modelos de esteiras, a linha IEX70 possui a configuração mais fácil do mercado. Instalou, ligou. Os inversores IEX70 se destacam entre as concorrentes por diversas vantagens, como a praticidade da alimentação bivolt (110V ou 220V selecionável). Isso permite sua instalação em esteiras de diversas regiões do Brasil independente da tensão da rede elétrica. Também possui formato compacto e gabinete de proteção, que facilitam a instalação em diversos modelos de esteiras ergométricas. Outros diferenciais são seu cooler de rolamento, a chave seletora que facilita a configuração e as teclas de acionamento para realização de testes. Outra característica importante é que os inversores IEX70 podem trabalhar tanto em modo teclado como em modo frequência ou serial. Todas essas opções estão disponíveis em um único modelo. *** Você possui alguma dica interessante para escolha da placa inversora? Possui alguma dúvida, crítica ou sugestão? Deixe seu comentário abaixo.

Dica rápida: instalação de placa em esteira ergométrica

17/06/2015 - Dicas Ageon, Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
A maioria das esteiras ergométricas profissionais do mercado controla a velocidade do motor através um inversor de frequência, também conhecido no ramo de fitness como placa inversora. Apesar da sua fácil instalação, é importante tomar alguns cuidados para evitar problemas futuros.   Posicionamento O posicionamento da placa inversora pode interferir drasticamente em sua vida útil. Durante a instalação é indicado posicionar a placa com o fundo voltado para o motor (conforme imagem). Isso evita que pequenos detritos sejam lançados na direção dos componentes eletrônicos e danifiquem o aparelho.   Cooler Em relação à ventoinha (ou cooler) recomenda-se a limpeza periódica para que não acumule poeira e pequenos resíduos. O travamento desta peça ocasiona superaquecimento e até mesmo danos irreversíveis ao produto.   Aterramento Outro fator importante que deve ser levado em conta é o aterramento.  Esse é um requisito mínimo na instalação de placas inversoras de esteiras ergométricas, reduzindo os riscos de choque elétrico.   Climatização Um cuidado especial deve ser tomado em ambientes que utilizam climatizadores por névoa evaporativa. Essa tecnologia resfria o ambiente através de microgotículas de água, que poderão acumular nos aparelhos e causar oxidação na placa inversora. Nesses casos é recomendável a secagem da esteira ergométrica todas as noites ao fim do expediente e também uma maior frequência de manutenções preventivas. Certifique-se de seguir estas dicas. Juntamente com uma rede elétrica estável e manutenção preventiva periódica, estes cuidados podem fazer com que as esteiras ergométricas funcionem por muito mais tempo. *** Você faz instalação de placas inversoras? Realiza manutenção ou possui esteiras ergométricas profissionais? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

O que é uma placa inversora de esteiras ergométricas?

03/03/2015 - Esteiras Ergométricas, Inversores de Frequência
O inversor de frequência, que no ramo de fitness é comumente chamado de placa inversora, servem para controlar a velocidade de motores de indução trifásicos. A maioria das esteiras ergométricas profissionais utiliza inversores conectados ao painel. Isso permite que a velocidade da esteira seja controlada facilmente por qualquer pessoa.   Mas quais as vantagens de utilizar uma placa inversora? Um inversor de frequência (ou placa inversora) proporciona uma série de benefícios para suas aplicações. Além de controlar a velocidade do motor, ainda permite a configuração de uma rampa de aceleração, que faz com que o motor seja acionado suavemente, evitando trancos e quebra de componentes. Assim, os inversores de frequência reduzem o consumo de energia elétrica e os gastos com manutenção. A Ageon possui inversores de frequência específicos para esteiras ergométricas: a linha IEX70. Esta linha é compatível com a maioria das esteiras profissionais do mercado e atende motores de até 8,5A. Possui diversas vantagens, como alimentação bivolt e funcionamento em modo teclado, frequência ou serial. Também possui cooler de rolamento, gabinete de proteção e formato compacto. Essas e outras características que tornam a placa IEX70 a solução ideal tanto para fabricantes quanto para técnicos e profissionais de manutenção. *** Você utiliza inversores de frequência ou placas inversoras? Já conhecia a linha IEX70 e os inversores de frequência Ageon? Deixe nos comentários sua opinião sobre o artigo, suas dúvidas ou sugestões.